Maçonaria e a Filosofia da Virtude

Caríssimos leitores do “Maçonaria e Satanismo”. Para dar prosseguimento começarei abordando um comentário feito por um Irmão e leitor (Paulo Ricardo).

No último post (Maçonaria Espiritual) o Irmão Paulo Ricardo (na área de “comentários”) gostou do post e disse que iria transmiti-lo aos Irmão de sua Loja, por considerar aquele o mais importante do blog.

Fico feliz que o Irmão tenha gostado tanto, entretanto, o Post que eu considero mais importante, e que gostaria verdadeiramente que todos se atentassem, é esse: “Maçonaria e a Filosofia da Virtude”.

Digo ainda que, independente do caminho que você tenha preferência (dentro ou fora da Ordem) esse, provavelmente, também será um Post muito importante para você, no que tange ao entendimento pleno da Maçonaria.

Porque eu afirmo isso? Porque esse é o tema principal e mais importante da Ordem. A Maçonaria é uma “Filosofia da Virtude” e qualquer um que pegue um Ritual para ler irá perceber isso.

Vou mais além – e exagero – afirmando que todo o resto poderia ser deixado de lado, se essa ideologia fosse realmente compreendida, como deve ser.

Quando me perguntam qual é o propósito da Maçonaria, minha resposta é sempre taxativa: “É o aperfeiçoamento do homem através da virtude”. Ponto!

O Maçon poderia nunca vir a se interessar pelas questões ocultistas que venham a aparecer para ele, na Ordem. Da mesma forma que poderia não entender muito bem a filosofia contida em nossos Rituais – através das cerimonias e alegorias.

Digo ainda (para ilustrar melhor) que o Maçon pode até não conseguir realizar nenhum tipo de filantropia, tendo em vista que sua Loja possa estar tendo dificuldade de promover alguma. Mas nada (nada mesmo!) justifica que o Maçon não se guie pelas nossas Virtudes e procure, verdadeiramente, se tornar um homem melhor, através delas.

Um Maçon que se guie por toda uma cadeia de Virtudes é capaz de ser um líder e um exemplo em busca do verdadeiro auxílio que as pessoas precisam – seja ele físico, emocional, ou até, espiritual.

Já ouvi questionarem: “E para que então seria preciso tanta ritualística, tantos graus, se a ideia é apenas falar de um aprimoramento de Virtudes?” [aliás, essa é uma das frases que me faz questionar quantos, realmente, deixaram sua venda cair e conseguiram enxergar a Ordem como ela deve ser]

Que outro cenário seria mais adequado para uma Ordem Iniciática da Mão Direita do que o aprimoramento através da Virtude, com todo uma simbologia e uma ritualística própria para tal?

Independente da realidade, ou não, das questões metafísicas, os rituais são capazes de penetrar, profundamente, nos seus sentidos e no seu subconsciente.

Além do mais, se você compreendeu o Post “Maçonaria Espiritual”, compreende que isso não muda em nada os efeitos místico-ocultistas que podem existir na Ordem.

“Lições de Virtude” nos Ritos

“Lições de Virtude” aparecem em cada um dos novos graus do Rito que estiver sendo galgado pelo membro. Esses Ritos tem o seu sequencial de lições que seguem uma hierarquia.

Um Rito, para quem não está familiarizado, é um determinado “conjunto” de regras, conceitos, valores e etc, que se dá para nós (na Maçonaria) através da combinação de vários rituais.

Suas lições geralmente tem uma base – uma raiz. Por isso é importante conhecê-las. Para saber colocar limites nos absurdos que se pode ouvir sobre eles.

Certa vez ouvi a “explicação” de que o Rito de York foi feito para ser o Rito Escocês Antigo e Aceito “enxugado”.

Caso o leitor esteja achando estranho que sempre apareça um Irmão para falar algo que está longe de estar de acordo com a realidade, explico, de antemão, que isso não acontece só comigo. É bem provável que quase todos os maçons ouçam esses absurdos, com frequência. O que acontece é que muitos deles não conhecem a Ordem como deveriam.

Mas enfim – ainda falando de Ritos – é muito interessante ver o que distintos autores tem a dizer sobre o funcionamento desses ritos, como um todo. De Mackey à Ragon. Dos pragmáticos aos místicos.

Será sempre um conhecimento recompensador.

Virtudes Como Caminho Espiritual

Para terminar a minha linha de raciocínio, vou dar um toque místico (que não pode faltar) nesse Post, que está bem voltado para as virtudes.

Ignorando as questões ocultistas, ou não, essas virtudes encontradas dentro dos ritos, costumam seguir uma linha. Algumas vezes de cunho ideológico, mas outras, de cunho espiritual.

Isso quer dizer que existem “lições de virtude”, nos graus, que podem ser entendidas como uma “escada de virtudes”, com as lições necessárias para se atingir um “caminho de iluminação”.

Muitos usam disso, inclusive, para dizer que a Maçonaria existe desde os primórdio da humanidade, mas não iremos tão longe. Creio que o Post Maçonaria Milenar já foi suficiente para esclarecer essa questão.

Da mesma forma que vários conceitos espiritualistas passaram a ser abordados na Ordem (nos primeiros séculos da Maçonaria Moderna), devido a Europa estar com uma forte influência do Hermetismo (conhecido como a Terceira Via, no início do Iluminismo), da mesma forma foi com essa “Filosofia de Virtude”, encontrada nas diversas religiões e correntes de pensamento.

Claro que esse Princípio de Virtudes, dentro da Ordem, não surgiu nessa época.

A raiz das virtudes já existia na própria época da Maçonaria Operativa – ainda que seu objetivo fosse a construção. Os documentos que se tem dessa época nos mostram isso.

Como eu já disse, anteriormente, a Maçonaria Moderna apresenta uma tradição (seja a tradição direta – dos construtores – ou seja a indireta – dos mistérios antigos), que é extraída do passado e colocada em nossos Ritos.

Alguns são mais místicos e outros são mais pragmáticos, mas a Virtude é “chave” em todos eles.

Ritos como o “Rito Escocês Retificado” são um ótimo exemplo de Rito “místico”, onde o sistema Cabalistico é aplicado. E outros, como o Rito de York, tem as características expressivamente Cristãs.

E a grande relação entre a Virtude e o Misticismo/Ocultismo é o fato de que é sempre a prática da Virtude (na maioria das religiões) que levam o homem ao nível máximo do Ser.

Se for um Católico, acreditará que, se feito da forma correta, essa virtude lhe garantirá a entrada no Reino dos Céus. Se for um Espírita, que o homem irá deixar o Ciclo de Reencarnações e irá ascencionar. Se for um Budista, que o homem irá se unir a energia do cosmos – e assim por diante.

Portanto, o Caminho de Virtudes, que é o verdadeiro caminho da Maçonaria, é o caminho da iluminação – seja ela qual for…

No próximo Post falaremos sobre “Maçonaria e a Simbologia Universal”.

 

Veja Também

Maçonaria Milenar?
Maçonaria Social
Maçonaria Filosófica
Maçonaria Espiritual
Maçonaria e a Filosofia da Virtude
Maçonaria e o Simbolismo Universal
Maçonaria e Psicologia
Maçonaria – “Você Entendeu?”
This entry was posted in Maçonaria. Bookmark the permalink.

35 Responses to Maçonaria e a Filosofia da Virtude

  1. Renato Ferreira Filho says:

    Amado Ir.’. Saudações Fraternais,

    Acompanho o seu Blog desde os artigos sobre os Caminhos da Mão Direita e Esquerda e você merece congratulações pelo blog, TODAVIA, gostaria de fazer uma ressalva.

    Estou em centenas de grupos maçonicos no Facebook e não pude deixar de notar que apareceram duas grandes promoções, desse blog, e que deram um bom aumento no seu número de “CURTIR”. Você não acha isso um pouco exagerado? Existem Irs.’. que sequer entendem a presença de sites e blogs, falando tanto sobre a Ordem, o que dirá tanta divulgação. Não é muito Marketing?

    • Halysson says:

      Caro Renato. Falo aqui como alguém que apenas aspira fazer parte de ordens iniciáticas para meu autodesenvolvimento.

      Quanto mais conhecido tornar-se esse veículo de informação. Tanto melhor para a ordem, quanto aos interessados em conhecimento, pois o grande objetivo do blog é desmistificar e diferenciar tanto o satanismo quanto a maçonaria.

      Entendo que alguns membros da ordem mais conservadores podem se incomodar com tanta divulgação, quando passaram a vida inteira buscando a discrição.

      Entretanto estamos na era da informação, e a divulgação e propagação de conhecimentos, tende a se tornar livre e diponível a todos, por mais que alguns elementos da sociedade desejem o monopólio do conhecimento.

      Lembre-se do seguinte, um dos poucos elementos que, quanto mais se divide mais se multiplica, é o conhecimento.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Renato,

      Sim, é Marketing. Eu o faço porque trabalho com isso e não há motivos para não fazê-lo.

      Eu entendo a “velha guarda maçonica”, mas se o Blog já existe, qual o problema em promovê-lo? Se os usuários apenas chegassem até aqui e não voltassem mais – ou, até mesmo, se eles sequer fossem além da FanPage do Facebook – certamente não valeria a pena, MAS, NÃO É O CASO!

      O número de “usuários-dia” aumenta muito, após essas estratégias promocionais. O que demonstra que, se esses usuários chegassem aqui, por outros meios, também continuariam a voltar. Além do mais, no dia de hoje constam (no Facebook) 262 pessoas “falando sobre isso” – que é um número bem interessante.

      Mas realmente existem casos em que isso não faz sentido. No meio dessas promoções um Irmão “de peso” resolveu divulgar esse Blog em um Grupo do Facebook, Norte-Americano (de Paramaçônicas), e quase 100 pessoas desse grupo curtiram a FanPage do “Maçonaria e Satanismo”. O caso é que eles nem falam a nossa língua (creio eu). Então sim, em situações como essa não há muito retorno. Mas, fora isso, não vejo porque não fazer.

    • "ÍSPIÃO" says:

      Salve a propaganda…….
      Somente deste modo tive acesso a informações dito ocultas por muitos irmãos.
      Se são ou não verdadeiras isso não importa, pois o autor tem o fito de fazer o seu “SER” uma pessoa melhor.

      att. Hell.

  2. Paulo Ricardo says:

    Meu Fraterno,

    Grato por ter sido citado. Entendo perfeitamente o motivo pelo qual consideras esse o seu post mais importante. Mais do que Irmãos que não compreendem o lado espiritualista da Ordem são aqueles que ainda nãio entenderam a importância da virtude na evolução do homem e da humanidade. MAs deixe-me lhe perguntar: você não considera que as Potências deveriam preparar melhor o preparo de seus membros???

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Considero sim e até já comentei sobre isso no Blog. As preocupações “administrativas” costumam estar bem à frente da capacitação dos membros. E isso vale tanto para o GOB quanto para as Lojas da COMAB e da CMSB.

  3. Gabriel says:

    Belo texto!

  4. Mara says:

    Só a Maçonaria dá esse enfâse num caminho espiritual que dá pra ser feito pela prática da virtude?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      [Não sei se conta, mas a Ordem Demolay (que é paramaçônica juvenil) também é assim]

      A Maçonaria não é a única. Outro exemplo são as correntes Martinistas que são mais voltadas ao pensamento de Jacob Boehme. Um “caminho espiritual de virtudes” é muito bem trabalhado, nesses segmentos.

  5. Luque says:

    Tio,

    Me parece que a Ordem De Molay também pode ser entendida dessa forma. Seria então correto dizer que as virtudes maçônicas começam a partir das virtudes da ODM?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      [Falando em Ordem Demolay...]

      Não seria correto. O sistema da Ordem Demolay é independente e pleno, por si só. Além do fato das lições dos Ritos terem surgido bem antes da Ordem Demolay (que é de 1919).

  6. Alex k says:

    Boa noite a todos.
    Estou começando a interessar em satanismo. Mas de verdade mesmo.
    Já fui para igreja, alias andava na igreja, porém fiquei totalmente desanimado, indignado com os fatos que acontecia dentro de uma igreja crista. Cheios de hipócritas, falsidade, pastor pegando meu dinheiro no bolso. Enfim…
    Comecei procurar outras religiões. Mas oque me atraiu realmente foi satanismo.
    Gostaria de conhecer mais profundo do satanismo. Visitar uma igreja satânica.
    Moro no SP capital no região z/l.
    Aguardo ajuda de vocês. Obrigado.

    • Halysson says:

      Desculpe a pergunta, mas você ja leu outros textos desse blog?

      O Satanismo do qual esse blog trata esta mais para uma corrente filosófica do que uma religião antagônica à Igreja Cristã.

      Dentro de um paradigma religioso ela não substitui nenhuma religião embora na esfera espiritual seja um elemento complementar.

      Existem igrejas de “adoradores do diabo” que se dizem satânicas mas elas não tem nada a ver com o que se discute por aqui.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Faço minhas as palavras do Halysson…

  7. China says:

    Não consigo imaginar pq a maçonaria teria um rito de cunho cristão. E aquele papo de livres pensadores? Era balela??

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      E porque não teria? Um rito pode ter inúmeras referências. E, no caso do Rito de York (que é o Rito em questão), as referências são cristãs (falando até em “santíssima trindade”).

      Fora que o membro não é obrigado a ser Cristão para ser membro do Rito de York.

    • Franco-Atirador says:

      Sinceramente… O que DEFINE uma pessoa Cristã, ADORAR a Cristo e pedir coisas para ele? Se assim for essa pessoa está completamente equivocada no que se refere aos verdadeiros caminhos espirituais para ascenção/salvação/libertação/iluminação, pois caiu na armadilha da externalização. TUDO se resumo a VOCÊ. É dentro de você que você tem que olhar, trabalhar. O mesmo acontece em todas as outras religiões. Muitos deuses, muitos nomes, mas o CERNE é o MESMO: as VIRTUDES. É isso o que verdadeiramente importa, como você se porta diante da realidade. É isso que a maçonaria faz, seleciona os ensinamentos, reflexões, rituais mais importantes e significativos de várias religiões e correntes filosóficas, os que melhor ajudam a moldar as virtudes. Pelo menos é isso que entendi.

  8. Leonardo R. A. says:

    Meu caríssimo amigo.

    Excelente post (novamente).

    Concordo com você, acho que as virtudes são o mais importante pilar da evolução de uma pessoa na terra, porém é o objetivo mais difícil de ser alcançado.

    Algumas considerações:

    Nossas vidas em uma escala cósmica passam tão rápido quanto um piscar de olhos, porém damos aos pequenos eventos, intrigas, conquistas, vontades e ao próprio Ego a maior das importâncias, nos esquecemos do motivo principal de estarmos aqui, aprender a ser pessoas melhores.

  9. Leonardo R. A. says:

    Existem várias formas de se seguir o caminho das virtudes, alguns com mais méritos que outros.

    O mais fácil – Religião:

    Algumas pessoas “precisam” de algo que as faça lembrar estas virtudes sempre ou que as faça seguir um código de ética e virtudes, mesmo que essas virtudes não lhe sejam entendidas, mas sim impostas, este é um dos pontos em que eu valorizo a importância de uma religião na sociedade, sem ela muitas pessoas ficariam sem rumo, sem melhorar como pessoas, pois não conseguem fazer isso por elas mesmas, racionalizando e compreendendo, necessitam muitas vezes de algo em que se apoiar e guiar e nisso a religião é perfeita.

    Moderado – Religião como forma de se religar a “deus” e apenas isso:

    De todas as pessoas, valorizo ainda mais aquelas que sabem o que é certo sem precisarem de uma religião para isso, que sabem quais são as virtudes e os defeitos a melhorar, sabem que não são perfeitos e quais destas virtudes precisam alcançar. Apenas utilizam a religião como um método de se religar a deus ou ao cosmos ou ao criador, seja o que for, recarregando assim suas energias para se manterem no caminho correto. Estas pessoas não precisam das “regras” da religião, precisam apenas da conexão com o poder supremo.

    O Mais difícil – Auto Reflexão, superação e resistência aos seus ideais:

    Existem ainda pessoas que não tem religião e seguem todos os caminhos corretos (são raros), a estas pessoas preciso bater palmas, pois trilhar o caminho das virtudes, no meio deste mundo de caos, sem apoio nenhum e sem se conectar a uma energia superior para recarregar as suas forças morais e espirituais, estes de fato são heróis…

    Gostaria de saber se minhas ponderações são pertinentes.

    Atenciosamente

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Certamente existem outras formas, mas é por aí mesmo. Sendo que o mais difícil será sempre o da Auto-Reflexão mesmo. Fazer o bem simplesmente por que você acredita ser o certo (sem motivações – conscientes ou inconscientes – de ter um ganho material ou espiritual com isso) é algo muito difícil.

  10. João Barbosa Bravo says:

    Virtude consiste no conjunto de boas aquisições da Alma na direção do bem, de acordo com o evangelho indicado por Jesus Cristo, caminho, verdade e vida sem o qual ninguém chegará ao Pai Maior que é o Grande Arquiteto do Universo.
    Gostei, sinceramente, desta página. A divulgação do que é bom, com humildade e vontade de esclarecer os irmãos, é e será sempre algo muito positivo.

  11. José says:

    “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.

    Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.

    Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.

    Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;

    E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;

    Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.”

    Efésios 6:11-16

  12. raph says:

    Nós mesmos seremos amados por pouco tempo e depois esquecidos. Mas o amor terá sido suficiente; todos aqueles impulsos do amor retornam ao amor que os produziu. Mesmo a memória não é necessária no amor. Existe uma terra da vida e uma terra da morte e a ponte é o amor, a única sobrevivência, o único significado. (Thornton Wilder)

    Segundo a falsa ideia de que não é possível reformar a sua própria natureza, o homem se julga dispensado de empregar esforços para se corrigir dos defeitos em que de boa-vontade se compraz, ou que exigiriam muita perseverança para serem extirpados. É assim, por exemplo, que o indivíduo, propenso a raiva, quase sempre se desculpa com o seu temperamento. Em vez de se confessar culpado, culpa seu organismo, acusando a Deus por suas próprias faltas. (Hahnemann)

    ***

    É disso que tenho falado por aqui:

    Para ser um médium: a ponte em reforma

    4 amores: um caminho de evolução

    Abs!
    raph

  13. josias Zanco says:

    SOIS REALMENTE UM NOBRE, UMA CRISTALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO MAÇON. COMO TODOS SABEMOS A MAÇONARIA É A ENCARNAÇAO DA PSIQUE HUMANA E SUA REPRESENTAÇÃO FIEL. CADA IRMÃO UMA LOJA, CADA CABEÇA, CADA MENTE, UMA INTERPRETAÇÃO. TODAS CONDUZEM AO BEM ESTAR DE CADA OBREIRO, OU NÃO, LIVRE PARA BUSCAR O CONHECIMENTO E SACIAR SUA ANSIEDADE INCONTIDA DE APRENDER, E PRATICAR. A MAÇONARIA É LINDA SEJA ELA SECRETA, DISCRETA OU NÃO. SE NÃO HOVER SATANISMO NÃO HÁ MAÇONARIA, SE HÁ MAÇONARIA É PORQUE EXISTE O SER HUMANO E A HUMANIDADE. É UMA MANEIRA, VAGAROSA E NECESSÁRIA PARA COMPREENDER O ÂMAGO DO SER HUMANO, EM BUSCA DA LUZ QUE É O CONHECIMENTO E QUE NOS APROXIMA AINDA MAIS DO GADU. ME APONTE UMA SÓ CRIATURA NO PLANETA QUE NÃO É TAMBÉM SATANISTA, OU QUE NÃO VIVA NA DUALIDADE, A PROPRIA NATUREZA É UMA DUALIDADE, QUEM NÃO VIVE EM SEUS AFETOS OS DOIS POLOS?

    LINDOS, QUERIDOS E AMADOS, EGRÉGIOS, VENERABILÍSSIMOS

    AMO!

  14. josias Zanco says:

    RESSALTAR QUE CRISTO FOI O HOMEM PERFEITO. NEM ELE FOI INTEIRAMENTE PURO. É BIBLICO QUE TEVE MOMENTOS DE IRA INCONTIDA AO EXPULSAR OS MERCADORES DO TEMPO. TEVE PORTANTO SEU MOMENTO SATÃNICO.
    ADONAI, O DEUS BÍBLICO, TAMBÉM REVELA VARIOS MOMENTOS SATÃNICOS, COMO DESCRITO NO LIVRO DE DEUTERONÔMIOS AO INCENTIVAR MATANÇAS EM MASSA E OUTROS CRIMES, E OFENSAS MORAIS, CONTRA A PESSOA E A HUMANIDADE. DENTRO DA PRÓPRIA BIBLIA EXISTE UM POLO SATÂNICO E UM POLO NÃO SATÃNICO. É SÓ LER E VER NAS OBRAS: A BÍBLIA SAGRADA. ALBERT PIKE EM MORALS AND DOGMAS E A MORTE DA FÉ E CARTA A UMA NAÇÃO CRISTÃ DE SAM MORRIS QUE NOS REMETE AO ATEISMO. NÃO TAMBÉM, QUE O ATEISMO SEJA MELHOR QUE O DOGMATISCOM (OPINIÃO MINHA) E JUSTIFICO
    CLARAMENTE VISÍVEL QUE OS PAISES ATEU, NÃO POSSUEM NENHUMA COMPLACENÇA COM O SER HUMANO, TAL QUAL NO SISTEMA CAPITALISTA.
    É APENAS MINHA OPINIÃO E UM COMENTARIO
    ABRAÇOS FRATERNOS, E UM TERRÍVEL ANO NOVO E PÉSSIMO 2013 E SEMPRE.
    VIVAM SUAS DUALIDADES INTENSAMENTE, O SER HUMANO É LINDO,

  15. josias Zanco says:

    O SER HUMANO É LINDO, SEJA ELE QUEM FOR, DEVE SER AMADO E IDOLATRADO SIM. CADA SER É COMO UMA LOJA MAÇÔNICA EM SEUS AFETOS. ELE E ELA NÃO SÃO OS AFETOS, MAS SE APÕE AO OBJETO SAGRADO PARA ONDE SE DIRECIONA SEUS SENTIMENTOS, SUAS PAIXÕES, SUAS EMOÇOES. CADA UM FAZ O QUE GOSTA, AO SEU MODO, PARA ENCONTRAR O CONHECIMENTO E A FELICIDADE….
    t. ‘ . f . ‘ . a . ‘ .

    • Hamza says:

      Bravo, Grande Camarada Joana, ou me engano muito ou eecrevsste o post do ano.Acrescento apenas que, se e9 esta a tua plataforma poledtica – chame-se-lhe revolucione1ria, autonomista, anticapitalista, liberte1ria, simplesmente democre1tica ou o mais que se queira -, conta comigo para a insurreie7e3o. Obrigado – e grande abrae7omiguel http://pbvcgvtouz.com [url=http://yhntkupeq.com]yhntkupeq[/url] [link=http://tzctuq.com]tzctuq[/link]

  16. josias Zanco says:

    MEDIANTE TAIS COMENTÁRIOS, PARA ONDE IRÁS TU, IGNÓBEIS.
    Ó CAMINHO É UM SÓ: OU ABRACE O CONHECIMENTO, OU REGRIDA A UM COACERVADO. NÃO EXISTE PONTO DE EQUILÍBRIO.
    A KABALA É A MÃE DE TODAS AS RELIGIÕES DOGMÁTICAS
    AS RELIGIÕES DOGMATICAS, SÃO SUBJETIVAS
    O CONHECIMENTO É A REALIDADE E A VERDADE, JUSTIFICADAS E COMPROVADAS (KARL POPPER) .
    O MODELO POPPERIANO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO, E KANT, PARECE-NOS
    O MAIS ADEQUADO PARA CONFERIR OBJETIVIDADE A INTERPRETAÇÃO. A MEDIDA QUE UMA TEORIA NÃO É FALSEADA PELA PRÁTICA, ISTO É, A MEDIDA QUE PRODUZ OS RESULTADOS PREVISTOS POR SEU ARCABOUÇO CONCEITUAL, ELA É APROXIMADAMENTE “VERDADEIRA” . SUA INVERDADE DECORRERÁ, TÃO SOMENTE DE FALSEAMENTOS QUE A DESTITUAM E SOLICITEM NOVOS EDIFÍCIOS TEÓRICOS.
    MAÇONARIA = CINQUENTA POR CENTO POESIA, CINQUENTA POR CENTO CIÊNCIA, CIQUENTA POR CENTO HIPÓTESES E CEM POR CENTO AMOR-ODIO …
    AMO!

  17. josias Zanco says:

    AS VERDADES NÃO SÃO ETERNAS, MAS PARA CADA MOMENTO NOSSO É. A TEORIA DEDUTIVA DA VERDADE DE KARL POPPER TAMBÉM É CONTESTADA, DENTRO DA PSICANÁLISE, MAS NÃO INTEIRAMENTE. AINDA É ACATADO COMO CIENCIA PELAS GRANDE CABEÇAS PENSANTES. A EPISTEMOLOGIA QUE A ISSO SE DEDICA EXPLICA. A PRÓPRIA PSICANÁLISE É CONTESTADA TAMBÉM POR POPPER, QUE NÃO A CONSIDERA COMO CIÊNCIA E POR DELEUZE FILÓSOFO FRANCES CONTEMPORÃNEO QUE A CONSIDERA UM CONFISSIONÁRIO, E QUE OS PSICANALISTAS SERÃO OS ÚLTIMOS PADRES, PARA AQUELES QUE SE DISPUSEREM AS CONFISSÕES DE SEUS PROBLEMAS PSIQUICOS E INCONCIENTES COM DIFUCULDADES DE TRABALHA-SO SEM AJUDA, E DOS PODRES SEGREDINHOS ÍNTIMOS. DIZ-SE QUE OS HUMANOS TEM UMA TRIPLA MEMÓRIA (TRÊS, COINCIDÊNCIA) A MEMÓRIA FILOGENÉTICA HERDADA DE NOSSOS ANTEPASSADOS, ANCESTRAIS, TRANSMITIDA DE BOCA A BOCA , ESCRITAS, SIMBOLIZADAS, CULTURALMENTE, ANTROPOLOGICAMENTE E NOS ASSIM PENSAMOS E AGIMOS.
    A MEMÓRIA CONSCIENTE, A MEMÓRIA INCONCIENTE.
    EU DIRIA QUE SÃO QUATRO (QUATRO, O NUM

  18. josias Zanco says:

    A QUARTA MEMÓRICA ( QUATRO O NÚMERO DA PERFEIÇÃO), É A MEMÓRIA MEDULAR, G A RAVADA NA MEDULA ESPINHAL, E NÃO DEPENDE DIRETAMENTE DO CEREBRO PARA AS RESPOSTAS. POR EXCEMPLO: DIRIGIR E FALAR NO CELULAR, DIRIGIR E USAR VARIAS FUNÇOES EMBREAGEM, TRACAR CDS, BUSINAR, MANOBRAR O VOLANTE E OUTRAS. (MINHA OPINIÃO).
    É O AUTOMATISMO, E O QUE MAIS USAMOS EM NOSSO DIA A DIA.
    NÃO ACABA AQUI.
    POR HOJE É SÓ.
    TFA.

  19. Marcos says:

    Muito bom sou Martinista e estava pensando sobre isso justamente hoje…..me ajudou muito, visto que ano passado esta seguindo as virtudes e mudou totalmente a minha visão das coisas, mas devido a um ocorrido, dexei as virtudes, mas agora estou resgatando essa visão.

    Muito obrigado pelo post, acredito que se fossem pregadas mais virtudes por ai o mundo ia ser muito melhor

  20. ivo says:

    Mas Raph, esta citação atribuída ao Hanemman, está no “Evangelho segundo o espiritismo”, de Kardec.

  21. BOLODÓROS says:

    Gostaria de deixar um testemunho que pra mim foi muito marcante. Tive uma experiência mistica com o papo de virtude e gostaria de compartilhar. Eu havia passado por uma forte crise de depressão e nem sabia o que era. Comecei a fumar maconha onde realmente foi um remédio como outro qualquer. Ai entrei e fui batizado na igreja Renascer em cristo onde pra quem já ouviu falar em avivamento aconteciam coisas inacreditáveis quanto a ter extases, o corpo fica quente vc soa, vc entra em transe e sente que Deus esta naquele lugar. A igreja prosperava sem parar. O Bispo da época hoje muito famoso era epilético e foi curado, era um zé ninguém e do nada passou a ser um pescador de homens e multidões desde o inicio de sua carreira. Eu tive um ardente desejo de ser bom, de ser melhor, me sentia alguém, era feliz com aquilo, as pessoas confiavam em mim, eu tinha algo mágico. Fui a faculdade e pedi uma bolsa de estudos pois não tinha como pagar, o cara que iria dizer sim ou não, só de olhar pra cara dele dava medo. Era bizonho. Ele disse que iria avaliar e passaram dias e tive a resposta que sim, arrumei um estágio e imagina onde? Do lado da faculdade no banco do brasil, meu chefe que era dono do caminhão de peixe, pois vendiamos na feira me disse não faça isso, vc vai ficar em porta de banco e nao terá futuro, minha familia não me apoiava a sair de madrugada e vender peixe. Eu entrei no banco e meu chefe gostava muito de mim e deixou eu continuar a trabalhar nos finais de semana. Um dia descendo a rua da faculdade eu olhei pro céu e disse a mim mesmo eu vou ser um bom aluno e minha mente se abriu e eu fiquei muito inteligente, tirava 10 em todas as materias e minha média era altissima. Um exemplo da dificuldade e do meu avanço é que tivemos um professor de economia que reprovou mais de 80% da sala no DP, e eu só tirava 10, 9, 8 eu era um CDF conhecido na sala. Gerentes de banco faziam amizade comigo, inclusive ajudei um do bradesco a passar de ano fazendo provas e trabalhos comigo. Bem, entrei no banco HSBC, fiz certa carreira, e um dia um gerente que me odiava desde a ag. Sao mateus pois eu mandava muitos pepinos pra ele resolver pq era meu trabalho, pois infelizmente consegui uma promoção e fui pra o departamento dele. bem ele um dia me prometeu que iria me demitir, eu resolvi um problema que ninguem resolvia junto com diretores e sai de lá nas férias dele promovido. Tudo quanto era namoradinha a mae queria me dar a filha em casamento. Eu era prospero e meu gerente do banco do brasil masson, via que eu era gente boa e pegava leve comigo, ele gostava de mim. Bem esse é um detalhe. Fui campeao de todos os tempos de venda de cartão do banco do record da unidade, eu até hoje sou um pessimo vendedor, como eu já disse, tudo que eu botava a mão virava ouro. Ai resolvi voltar fumar maconha e do nada tudo despencou e se arruinou. E de lá pra cá, nunca mais pratiquei novamente virtudes como naquele tempo. E me recuso a voltar a ser quem eu era pra melhorar a minha vida, estou tentando agora encontrar magia dentro de mim para ser quem eu realmente sou. Sem delongas ser em todo lugar uma pessoa que é o que é. No momento sou um disfarce e tenho fé de conseguir ser de novo o que sou na verdade. Alguém com muitas boas virtudes. Eu não falava nada que não fosse proveitoso, eu conseguia ser um cara a dar exemplo em tudo. Mas…essa é a minha história sobre virtudes.

  22. BOLODÓROS says:

    Obs. Nenhum amigo da faculdade me ajudou em nada pra eu entrar no BB e HSBC, nunca recebi nada em troca deles. Fico triste por eles nunca terem me ajudado a entrar no Banco, um era do Santander e outro Gerente G. do Bradesco. Veem só. é isso que dá ajudar as pessoas. Nem sempre elas retribuem a altura. Não que eu fizesse por interesse, mas uma mão lava a outra não acham. Eu era o cérebro da turma, a maioria ou tudo ficava na minha mão, eles nem estudavam pra fazer prova comigo, aliás passaram de ano em algumas matérias por minha causa, isso significava tempo perdido pra fazer DP e pagar por elas se fossem reprovados. Outro exemplo que praticar virtudes nem sempre também te ajuda nesse mundo.

  23. Wendell says:

    Pergunta: porque maçonaria e satanismo?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>