Maçonaria e Satanismo – O Caminho do Meio

Caríssimos leitores do Maçonaria e Satanismo. Finalmente, chegamos ao Caminho do Meio, que, ao que me parece, já está gerando muitas dúvidas e até confundindo os demais Caminhos. Muitos já o conhecem mas, mesmo esses, podem não ter feito uma reflexão mais profunda sobre o assunto, portanto, é importante pontuá-lo, detalhadamente.

Vou começar pelo ponto em que acredito ser o principal, afinal, uma das formas de deixar um conceito claro é conceituando exatamente aquilo que ele não é.

O Caminho do Meio não é, simplesmente, um “meio termo” do Caminho da Mão Direita com o Caminho da Mão Esquerda. Não se trata, simplesmente, de não exagerar de um lado e nem do outro. O Caminho do Meio tem uma conceituação própria, que está entre eles, mas que não se trata apenas de evitar os excessos.

Fomos criados em um mundo onde, por algum motivo, as pessoas acreditam que o “meio termo” de quase tudo é sempre o melhor caminho. Entretanto, experimente pedir para que alguém argumente sobre esse ponto de vista, cada uma das vezes que lhe for dito isso. Você irá perceber que, racionalmente, esse “senso comum” não tem sentido.

É muito comum, em uma discussão entre cristãos e céticos, ter sempre alguém para dizer que o melhor é encontrar o “meio termo” entre os dois. Mas porque isso?

O que impede o Cético de estar plenamente certo, nessa discussão? Ou, o que impediria o Cristão de estar totalmente certo? Perceba que eu não estou concordando com nenhum dos dois, só estou dizendo que não se resolve uma discussão como essa acreditando que a resposta está simplesmente em encontrar esse famoso “meio termo”.

Extremista ou não, a verdade vai ser uma só e nada impede que o cristão, ou o cético, esteja certo por completo e que não exista nenhum “meio termo” nessa história.

Um Erro Comum Acerca do Caminho do Meio

O Caminho do Meio não é se isolar no mundo por uma semana, para depois, na outra semana, ser caridoso quando aparece uma oportunidade. Isso é estar dividido entre dois caminhos e não se trata de estar no “Caminho do Meio”.

Entretanto, esse parece ser o mais lógico já que muitos não acham racional que um ou outro Caminho sejam realmente praticáveis. Mas eu lhe digo que, se você acha que o Caminho da Mão Esquerda, ou da Direta, são impraticáveis, você não está em condições de seguir nenhuma filosofia/religião, afinal, todas elas são tão praticáveis quanto esses Caminhos.

Escolha uma religião (Catolicismo, Budismo, Espiritismo), pegue seus preceitos e me diga quantas pessoas você conhece, no mundo, que as seguem de forma pura e plena?

As religiões são feitas para serem “ideais” e seus princípios tem que estar no ápice. No entanto, a jornada até lá é uma árdua batalha. E, não é porque você tem desvios no caminho que você deixa de ser Católico, Espírita ou etc. O suposto “absurdo” que existe em praticar quaisquer dos dois Caminhos é o mesmo que o de qualquer Religião ou Filosofia de Vida.

Jesus já saiu para meditar, se isolando no deserto, da mesma forma que John Constantine já se compadeceu pelo próximo, mas isso não quer dizer que Jesus já foi do Caminho da Mão Esquerda e que Constantine já foi da Direita.

A Evolução no Caminho da Mão Esquerda

Percebi que muitas pessoas não entendem como pode existir uma evolução do Caminho da Mão Esquerda sendo esse um Caminho tão “frio”. Vou explicar, rapidamente, o motivo disso acontecer, para que facilite a compreensão do Caminho do Meio.

Pense em uma pessoa de um segmento espiritualista e que acredite na “justiça divina” (como o dharma e o karma). Agora me responda: Porque uma pessoa que crê na justiça divina dessa forma continuaria a ajudar e se preocupar com crianças órfãs que passam fome na rua? Afinal, elas podem ter sido assassinos, estupradores, torturadores e etc, e por isso passam por esse sofrimento hoje, certo?

Sim, racionalmente eu sei que você concorda com isso. Mas porque não é assim na prática?

Isso acontece por causa da sua compaixão. É ela que impede que você seja assim. Mas você parou pra pensar que, se é para a pessoa estar sofrendo, sua ajuda e compaixão podem atrapalhar o processo de evolução daquela pessoa?

Então como você pode culpar o homem do Caminho da Mão Esquerda que, compreendendo que cada um “está onde tem que estar”, resolveu seguir o seu caminho para a iluminação e só ajudar aqueles que ele considera dignos e merecedores de sua atenção?

Por acaso, o homem que compreende isso e busca sua iluminação sozinho, tem menos valor do que aquele que se preocupa – e que ainda corre o risco de prejudicar o desenvolvimento do próximo (no contexto espiritual)?

Vê como a questão parece estar um pouco invertida agora?

Mas, não se preocupe, fazer a caridade não vai lhe trazer coisas negativas. No geral, se entende que essa questão é como a do pobre que dá seu dízimo em uma Igreja que rouba tudo que recebe. A pessoa que contribui o faz por acreditar que está ajudando, então, para ela é “karma positivo”. É o pastor que vai responder por isso depois.

O Que é o Caminho do Meio?

Entendendo isso, vamos conceituar do que se trata o Caminho do Meio. Vou começar com um exemplo simples.

Pense que você está na sua infância e que acaba de perder o seu brinquedo. Chateado, você resolve contar para um amigo seu.

Se o seu amigo fosse do Caminho da Mão Esquerda, a resposta dele provavelmente seria: “Preste atenção da próxima vez para que você não fique perdendo as coisas. Pare de chorar e vá procurá-lo. Parado ele não vai aparecer sozinho”.

O do Caminho da Mão Direita diria: “Sério? Não fica triste não, eu vou lá procurar pra você”. Enquanto o do Caminho do Meio é aquele que diz: “Você consegue lembrar em que lugar você estava, quando perdeu? Vamos voltar até lá pra ver se você consegue encontrá-lo”.

O mais difícil no Caminho do Meio é conseguir auxiliar a pessoa para que ela mesma possa se ajudar. É tomar cuidado para não fazer mais esforço do que a própria pessoa – para não tirar o aprendizado dela. Mas é também tomar cuidado para não “ajudar de menos” e acabar deixando de ajudar ou fazer algo que poderia ter influenciado positivamente.

O Caminho do Meio acaba sendo mais “pesado” que os outros dois (e não mais fácil) porque você precisa controlar os impulsos entre aceitar o universo como ele deve ser, ao mesmo tempo que tenta tornar o mundo à sua volta, um lugar melhor.

É fácil fazer isso?

A maioria das pessoas, do meio ocultista, que hoje se rotulam como sendo do Caminho do Meio, na grande maioria das vezes, não estão em nenhum deles – ou, na melhor das hipóteses, estão perdidos entre o Caminho da Mão Direita e o Caminho da Mão Esquerda.

Porque Esse Título no Post?

Agora que você compreende melhor, deve estar se perguntando: “Como então alguém pode ser Satanista e Maçon ao mesmo tempo?”

O Caminho do Meio é a consequência de se tentar alinhar o pensamento do Satanismo de LaVey com as Ações Maçônicas.

Como Maçon ele tem direito a sua crença, portanto, pode simplesmente não fazer. Todavia, se o fizer, irá se policiar quanto as suas atitudes – e a única forma de fazer isso é pelo Caminho do Meio.

Ele não se tornaria menos Maçon se assim o fizesse, mas será que se tornaria menos Satanista?

É algo a ser discutido. Particularmente, não creio que isso o diminua como tal, afinal, as raízes do Satanismo são da Mão Esquerda, mas nada o impediria de tentar ajudar o próximo (dentro dos preceitos do Caminho do Meio) se ele julgasse que estas pessoas merecem isso.

Além do mais, a doutrina Satanica é bem “libertária”. O verdadeiro Satanista não vai se importar nem um pouco se alguém pensa que ele é menos Satanista por causa disso. Aliás, ele vai querer mais é que essas pessoas se explodam e isso vai sempre mantê-lo no Caminho da Esquerda.

Bem, espero ter esclarecido boa parte da questão e que tenha sido possível entender que o Caminho do Meio exige uma reflexão bem mais profunda do que se parece – a princípio – e que a jornada para se trilhar quaisquer um desses caminhos é um jornada árdua.

 

Veja Também

Satanismo e o Caminho da Mão Esquerda
Maçonaria e o Caminho da Mão Direita
Maçonaria e Satanismo – O Caminho do Meio
“Maçonaria e Satanismo” no “Teoria da Conspiração”
This entry was posted in Maçonaria, Satanismo. Bookmark the permalink.

91 Responses to Maçonaria e Satanismo – O Caminho do Meio

  1. Felipe Maia says:

    Pra quem não conhece o Grande Constantine:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Hellblazer

    O filme não faz jus ao quadrinho, mas está aí o trailer:

    http://www.youtube.com/watch?v=q3lfSQTDSVM

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Para quem não conhece então, fica aí os Links. Mas acho que, hoje em dia, é provável que as pessoas conheçam melhor a história de Constantine do que a de Jesus.

  2. Rogério Siqueira says:

    Esse site é do demônio… não tem mais o que fazer? vai ler a bíblia! vou orar pra vc, meu filho.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Eu juro que as vezes acho que essas mensagens são “Fake”.

    • Bruno says:

      Além de algumas Ordens Martinistas, existem outras específicas que praticam o Caminho do Meio?

      • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

        Existem sim, mas seus membros, geralmente, ficam no Caminho da Direita ou da Esquerda. A AMORC é um exemplo. Logo na primeira Monografia fica evidente a raiz do Caminho do Meio quando ela deixa bem claro que aquele que não for dedicado não é merecedor de adquirir esses conhecimentos, entretanto, essas ações envolvem tanto o estudo acadêmico do material da Ordem como também as “boas ações”.

  3. raph says:

    Homem algum poderá revelar-vos senão o que já está meio adormecido na aurora do vosso entendimento.

    O mestre que caminha à sombra do templo, rodeado de discípulos, não dá de sua sabedoria, mas sim de sua fé e de sua ternura. Se ele for verdadeiramente sábio, não vos convidará a entrar na mansão de seu saber, mas vos conduzirá antes ao limiar de vossa própria mente.

    O astrônomo poderá falar-vos de sua compreensão do espaço, mas não vos poderá dar a sua compreensão.

    O músico poderá cantar para vós o ritmo que existe em todo o universo, mas não poderá dar o ouvido que capta a melodia, nem a voz que a repete.

    E o versado na ciência dos números poderá falar-vos do mundo dos pesos e das medidas, mas não vos poderá levar até lá.

    Porque a visão de um homem não empresta suas asas a outro homem.

    E assim como cada um de vós se mantém isolado na consciência de Deus, assim cada um deve ter sua própria compreensão de Deus e sua própria interpretação das coisas da terra.

    (Gibran Khalil Gibran)

  4. Marcelo says:

    Caro amigo,

    Muito bom e enriquecedor o seu site.

    Lendo este último post, surgiu uma dúvida que vou expor:

    Não faço parte da maçonaria, mas dizem em diversas correntes que Cristo é a entidade mais elevada e sábia do nosso sistema solar. Não sei se os maçons compartilham dessa idéia. Mas caso compartilhem, vc mesmo disse que Jesus foi do caminho da mão direita, certo? Isso não seria um exemplo para as pessoas de qual o melhor caminho?

    Ou será que era o melhor caminho para o estágio evolutivo que os homens encontravam-se naquela época? Já que diminui a chance da pessoa se perder como nos outros caminhos.

    Gostaria muito de ler sua opinião a respeito.

    Grande abraço e muito paz!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Não, a Maçonaria não enxerga Cristo dessa forma.

      Na verdade, isso só seria um “exemplo para as pessoas de qual o melhor caminho” se elas (as pessoas) julgarem que Cristo foi o maior dos seres desse mundo. E, ainda sim, elas poderiam achar que esse só foi o caminho escolhido por Cristo porque ele era um ser “grandioso”.

      O Caminho da Mão Direita não é necessariamente o que “diminui a chance da pessoa se perder”. Ou você acha que não é fácil se perder na própria vaidade e no próprio egocentrismo após ser reconhecido como “um grande homem que ajuda as pessoas, de um grande coração e que é um exemplo de caridade”?

  5. mr.poneis says:

    Ser a pessoa com mais liberdade nesse mundo, fazer apenas o que eu quero, quando eu quero do jeito que eu quiser, por menos sentido que isso faça para as outras pessoas… ficcionalmente falando, esse seria o estilo do herói bom e caótico na ficção?

    Algo como Monkey D Luffy em One Piece ou Son Goku em Dragon Ball? Isso de algum modo faria deles satatnistas, mesmo eles sendo completamente ignorantes do significado do termo? Digo, realmente ignorantes… disso e tudo o mais…

    Desculpe perguntar, eu nem sei se anime/mangá seja algo que faça parte de seus interesses…

    até mais ver
    mr.poneis

    ps.: você na sua mão esquerda, o mundo na sua mão direita… me pergunto se é por isso que as pessoas colocam as mãos juntas quando rezam… provavelmente eu só estou divagando demais…

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Conheço os personagens, mas desses só assisti o Dragon Ball. E, tomando Son Goku como exemplo, sim, é possível. Ainda mais com o objetivo de vida dele, que é simplesmente enfrentar e vencer os mais fortes e, quando não está lutando, está treinando para ficar mais forte.

  6. Pedro says:

    Da uma palinha de qual vai ser o proximo assunto do blog! Curiosidade mata.
    Existe alguma bibliografia a respeito dos caminhos? Se existir você ira nos passar?

    obrigado!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Com relação ao Satanismo, vou tratar das influências externas que ele teve para se tornar o Satanismo de LaVey – das correntes filosóficas, dos caminhos ocultistas, enfim…

      Com relação a Maçonaria vou falar dos Caminhos que ela pode ter, para esclarecer os tipos de atuação e de pensamento que podem ter os Maçons – já que, no primeiro momento do Blog, foquei em esclarecer o que a Maçonaria NÃO É.

  7. Rafael says:

    Acho que ainda não consegui visualizar um exemplo de pessoa do caminho da mão esquerda…No caminho da direita você citou a Madre Tereza, o camponês ignorante e Jesus. Qual seria o exemplo para a mão esquerda?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      John Constantine (que foi citado no texto e no primeiro comentário desse Post, do Felipe Maia). Mas, para ter uma melhor comparação e não ter sempre Constantine como exemplo (afinal, algumas coisas se referem apenas a personalidade dele e nada tem haver com os Caminhos) pense também em Krishna (da Mitologia Hindu), ele é um dos melhores exemplos dos Avatares do Caminho da Mão Esquerda – sempre o uso em minhas instruções (quando é necessário esclarecer o Caminho da Mão Esquerda).

      Krishna ensina a “verdade absoluta” mas não faz nada pelos seus seguidores. São eles que precisam fazer por si mesmo. É um exemplo grandioso para o Caminho da Mão Esquerda.

  8. mdc says:

    O Martinismo pode ser qualificado como uma das Ordens que utilizam o Caminho do Meio?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Em essência o Martinismo é Mão Direita da forma mais pura possível. No entanto, algumas Ordens Martinistas, aqui no Brasil, claramente seguem o Caminho do Meio.

  9. Rafael says:

    Outra dúvida: Quando Jesus diz “Ninguém chega aos céus senão por mim”. Ele diz que não se chega a Tiferet sem passar por Netzach ou não se chega a Keter sem passar por Tiferet? Eu achava que Jesus representava Tiferet, mas se Jesus é do caminho da mão direita, então ele teria que tomar o caminho da direita na árvore da vida?
    Um abraço, o site é ótimo !

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Você acha que Jesus (ou os que escreveram o Evangelho) estavam pensando na Árvore da Vida ao dizer isso? Ele só quis dizer que “ninguém chega aos céus senão por ele” (afinal, ele era a ponte entre Deus e os Homens). Essa interpretação dos “Caminhos dentro da Árvore da Vida” é Hermética e não Judaica. E mesmo que fosse Judaica, você acha que Jesus se colocaria em Tipheret e diria essa frase pensando nas “esferas e nos caminhos”?

    • Oi chara, acho que o problema aqui é que tem muita esfera pra pouco personagem do cristianismo. Eu costumo distribuir pai, filho e espirito-santo pela arvore de maneiras diferentes dependendo do que estou tratando.
      No caso dessa frase acho que a melhor maneira é colocar os três no pilar central ficando pai=keter, filho=tipharet e espirito-santo=yesod, sendo malkut a matéria bruta que deve ser animada pelo espirito-santo, reconhecida como o filho e finalmente unida ao pai.
      Já no caso da “trindade” severidade-compaixão-sabedoria, costumo atribuir o pai ao pilar esquerdo (as estórias do antigo testamento me dão a imagem de um deus vingativo), o filho ao pilar direito (“amai ao próximo como a ti mesmo”) e o espirito-santo por aparecer sempre como mensageiro entre os homens e Deus ao pilar médio, da sabedoria.

      • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

        Caríssimo, você pode interpretar as esferas como quiser, inclusive distribuindo a Santíssima Trindade do jeito que bem entender, entretanto, ela não corresponde às “fórmulas cabalísticas”. Já existe uma Cabala Cristã que foi desenvolvida no Século XV e que utiliza das “fórmulas cabalísticas” no Cristianismo.

        Você pode fazer essa divisão à nível didático, mas dentro da doutrina, não será uma correspondência plena.

  10. Jorge Noel says:

    Quem será este homem, poderoso em palavras e retórica, que sabe ensinar de maneira prática e dinâmica os assuntos tão polêmicos como a Maçonaria e o Satanismo, onde o autor consegue conciliar duas vertentes tão contrastantes entre si, mas ao mesmo tempo tão tênues quanto à busca pela liberdade e verdade acima de todas as coisas? Quem será este homem que atraiu a atenção até mesmo do Poderoso Irmão Marcelo Del Debbio? Confesso que tentei decifrar o Logo do autor através das letras presentes, mas a tentativa foi em vão e frustrada (rs!). Gostaria, não só eu como os demais participantes desse blog, que o autor se apresente, não para buscar louvor próprio, mas para que os seus feitos, juntamente com a sua pessoa, sejam reconhecidos como devem ser.

    Abraços multiplicados à moda da casa.

    • TheV3n0m says:

      É melhor não se identificar mesmo.
      Outros Irs.’. que tem blogs como este são profundamente criticados por “tios” que não entendem.
      Apesar de acreditar também que “não se deve dar pérolas aos porcos”, quem está aqui merece ter acesso as informações e tirar as suas próprias conclusões.

      • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

        Caríssimo,

        Uma crítica cuja motivação tenha sido o não entendimento da proposta do blog não deve ser levada a sério. Eu sei que alguns não entendem, mas esse jamais seria o motivo.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Jorge,

      Agradeço as belas palavras, meu caro…

      A Logo do blog é apenas um Sigilo da expressão “Maçonaria e Satanismo”. Percebo que a maioria nem desconfia disso.

      • horse-with-no-name says:

        Os seus textos e sua clareza realmente nos deixam muito espantados. Como não acredito em nada teo-mágico-metafísico-acimadetodosnós, venho a esse blog principalmente para me informar sobre história, aprender sobre filosofias e pela forma com que escreves! Portanto isso me deixou com um imensa curiosidade de saber quem, ou melhor, como você é. Nome, cidade e sexo acabam sendo irrelevantes, mas, devido a sua imparcialidade, é muito difícil ler os textos com os olhos do autor. Na verdade, o que eu quero mesmo saber é se você acredita em algum tipo de força ou que simplesmente “viemos so pó e a ele voltaremos”

        Volto a frisar a qualidade de seus textos, parabéns, abraços! :)

        • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

          Caríssimo,

          Como já disse em outros momentos, aqui no blog, prefiro não responder a tais pergunta porque, além de não ser uma resposta curta, seria inevitável que alguns dos que acompanham o Blog acabassem tomando-as como verdade. Mas, posso lhe adiantar que não sou ateu. No mais, (como também já disse no blog) se essa pergunta tem por objetivo o estudo em si, você pode mandar um e-mail para o e-mail do blog. Lá existe mais liberdade para a resposta.

  11. TheV3n0m says:

    Salve,

    Qual a sua opinão do texto da A.’. A.’. : “Completa em perfeição todas essas matérias. Então, ele tem que (a) torna-se um Irmão do Caminho da Mão Esquerda, ou, (b) é despido de todos os seus poderes e de si próprio, mesmo do seu Sagrado Anjo Guardião, e torna-se um Bebê do Abismo; o qual, tendo transcendido a Razão, nada faz senão crescer no útero de sua mãe…”

    Um forte abraço,

    The V3n0m.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      É apenas uma frase de alguém da Mão Esquerda que, nitidamente, enxerga este como o único Caminho. Pode não parecer mais não é incomum isso, vindo de grandes dirigentes de Ordens que seguem esse Caminho. Aleister Crowley, por exemplo, não entendia muito bem como alguém podia ser feliz com o Caminho da Mão Direita.

  12. Luciana says:

    Na verdade não existe uma DOUTRINA do Caminho do Meio, portanto não tem como ficar perdido entre os dois Caminhos.
    O Caminho do Meio é dosar o Caminho já escolhido, ajudar de acordo com a Doutrina escolhida.
    E realmente não deve ser fácil para nenhum dos dois, pois como vc explicou os da Mão Direita tem q cuidar para não fazer demais e o da Mão Esquerda não fazer de menos.
    Como dosar??? “A prática leva à perfeição.”
    Então não seria errado dizer que para haver uma evolução espiritual, todos deveriam ao menos tentar seguir pelo Caminho do Meio dentro da sua Doutrina.

    Queria mais uma vez agradecer o seu blog!
    Até então não conseguia entender pq um ocultista não divide seu aprendizado!
    E por todos os posts e comentários apresentados concordo com o Jorge Noel.
    Pq não se apresentar?

    Abraços!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssima,

      Vejo que houve uma pequena confusão. O Caminho do Meio não é “dosar o Caminho já escolhido” e é possível “ficar perdido entre os dois Caminhos”. Esse post, na verdade, foi EXATAMENTE para explicar esses detalhes.

      Dê mais uma lida e veja a diferença entre estar no “meio termo” e estar no “Caminho do Meio” – e veja se parece mais claro agora. Ainda sim, não se preocupe, o Caminho do Meio pode ser um pouco complicado de se entender mesmo (justamente porque parece simples).

      • Marcelo says:

        Caros,

        Vou tentar sintetizar, até para ver se eu entendi corretamente.

        O caminho da mão esquerda busca a iluminação por meio do seu desenvolvimento pessoal. Sem caridade… sem se preocupar com o próximo. O mote desse caminho é: cada um tem o q merece (karma) e cabe unica e exclusivamente a cada um evoluir). Se preocupam muito com estudos e práticas mágicas e de meditação, por exemplo.

        O caminho da mão direita busca a iluminação por meio da caridade, com todos, sem distinção, sem se preocupar se a pessoa merece a ajuda ou se está preparada para receber essa ajuda. Já o mote desse caminho seria a compaixão acima de tudo. Não se preocupam com estudo, o importante é o progresso moral.

        Por fim, o caminho do meio, busca a iluminação por meio do desenvolvimento pessoal associado a caridade “comedida”, levando em conta se a pessoa quer ser ajudada e se merece ser ajudada. O mote seria então… estudo e pratico técnicas mágicas e de desenvolvimento para ser uma pessoa melhor ao mesmo tempo pratico caridade… mas considerando a lei de ação e reação.

        é isso?

        • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

          Os esteriótipos são esses sim, mas perceba que, em teoria, um “seguidor” do Caminho da Mão Esquerda pode não se tratar de um magista. Poderia ser, quem sabe, um filósofo que busca a iluminação através do discernimento. Da mesma forma que nada impede que alguém do Caminho da Mão Direita seja um magista.

  13. Anônimo says:

    Venho acompanhando este site há algum tempo… Quando me deparei com os “caminhos” veio a imagem de uma série exibida pela rede globo chamada de Dungeons and Dragons (Caverna do Dragão). Nela, os personagens têm uma conduta totalmente opostas, como o Vingador e o Mestre dos Magos. Gostaria de saber se o autor desta série internalizou nos personagens citados os “caminhos”.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Não só no “Caverna do Dragão” mas em toda série que se preze. Ao buscar características distintas para seus personagens é muito comum que os escritores acabem passando por estas. Mas no caso do Dungeons and Dragons (o RPG mesmo) foi consequência de ter sido baseado em “Senhor dos Anéis” – e esse sim tinha referências iniciáticas conscientes.

  14. Jorge Noel says:

    Prezada luciana, que bom que é uma das pessoas que tenha concordado comigo sobre o nosso amigo “admin” sair um pouco do anonimato. Estou começando a acreditar que ele seja muito tímido, e sabe como é, no nosso país a timidez é vista como um “desvio” ou “defeito”, onde a nossa cultura exalta a personalidade extrovertida em detrimento da introspectiva, ao contrário da Suécia e dos demais países escandinavos em que a mesma timidez e a discrição são vistas como “virtude” e “modelo a ser seguido” pela população de lá.

    • Luciana says:

      Jorge,
      Não é por possível desvio de caráter ou timidez, pode ser qualquer nome um apelido até, mas uma referência que não seja “admin”.
      Independente do nome, o importante é a continuidade e a seriedade do blog.

      E falando de estudo, eu ACHO q apenas lendo blogs e livros o estudo não se completa, penso que é preciso um mestre ou vários (como disse no blog do Marcelo), mas sendo mulher não sou aceita na maioria das Ordens Ocultistas.
      O Marcelo indicou a AMORC ou FRA, alguém pode me dizer algo à respeito dessas Ordens?
      Obrigada.

      • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

        Mas um apelido me daria uma identidade. Eu quero que as pessoas venham ler o “Maçonaria e Satanismo” e não o blog de alguém em específico. Eu prometo que um dia faço um post contando a minha história.

        Quanto as Ordens, entre na AMORC, é uma excelente “porta de entrada” no mundo iniciático e é bem acessível. A FRA é mais exigente e seus membros mais preparados, mas vale a pena entrar na AMORC primeiro. Num futuro, nada lhe impedirá de vir a ser membro da FRA também.

        • Camila says:

          É possível conciliar uma Ordem com o fato de não se acreditar em uma entidade superior? Posso estar equivocada, mas sempre achei que para ser Maçon era preciso acreditar em Deus. Eu me interessava e até recebi um convite para a AMORC, mas desisti quando vi que o “pré requisito” era acreditar em Deus acima de tudo.

          • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

            Caríssima,

            Sim, é preciso acreditar em uma “entidade superior” para se tornar um Maçon. Mas não existe essa relação direta entre Maçonaria e Rosacruz/AMORC.

      • Jorge Noel says:

        Luciana, em nenhum momento disse que o estimado autor do blog possa apresentar algum desvio de caráter, apenas disse que a timidez em nossa cultura latino-americana vê esse comportamento de maneira um tanto quanto negativa. Agora, esclarecidas as intenções deste autor, tudo fica mais compreensível e as coisas se tornam mais coerentes. Saibam também que usei um pouco do bom humor na hora de publicar as minhas colocações pessoais, embora seja muito difícil entender as coisas do jeito que elas são apenas por via escrita. Quem sabe esteja pondo em prática o Caminho do Meio nas minhas colocações! :)

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Jorge e Luciana

      É puro Marketing, não se incomodem com quem eu sou, o Conteúdo é o importante aqui. Se fosse por timidez, eu não me importaria em dizer quem sou, acredite. E Jorge, não se preocupe, o reconhecimento pode vir no dia em que descobrirem quem escreve esse blog.

      • Jorge Noel says:

        Percebi meu querido que é apenas Marketing, muito embora o anonimato suscita ao vulgo uma aura de mistério e curiosidade, onde o anonimato mesclado com o brilhantismo de um trabalho divulgado desperta no senso comum estupecfação e admiração exaltadas. Certo?

        P.S.: *****?

      • Luciana says:

        Jorge,
        Entendi o q vc escreveu a palavra caráter saiu no “automático”, desculpa o mal entendido. E realmente agora sabendo as intenções do autor, fica mais claro.

        Vou ler o texto novamente, mas se o post do Marcelo estiver certo, acho que já entendi melhor.

        E obrigada pela informação da AMORC, vou procurar saber se tem na minha cidade.

  15. Celino says:

    Boa Noite!

    Viver uma vida, alternando entre os caminhos da esquerda e da direita, representa uma evolução?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Era essa a pergunta mesmo?

      Caso seja, a resposta é não, afinal, ficar alternando entre um e outro não tem porque ser considerado uma evolução.

      ENTRETANTO, é possível evoluir estando entre um caminho e outro. Não é um processo tão burocrático assim. É muito menos racional do que parece.

  16. André says:

    Vou ser sincero, li e re li varias vezes ainda fiquei com um pouco de duvida. Seria interessante mais um post, explicando melhor com mais um exemplo. Ou se vc puder indicar um livro pra entender melhor.

    Abraço.

  17. CAIBALLION says:

    Como já pontuei anteriormente, penso que a compreensão fica mais fácil com base na dualidade entre ascetismo (mão direita) e hedonismo (mão esquerda). O caminho do meio acho que está referenciado apenas no budismo e, se considerarmos a história de buda, ainda arriscando opinião, não seria nada mais do que o caminho da mão direita, apenas com a observação de que mesmo o ascetismo há se limitar à preservação do indivíduo, porque o estar vivo sempre será condição primeira para se estar em qualquer caminho. Mais ainda assim professa o ascetismo.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      O Caminho do Meio é apenas MAIS UM CAMINHO. É o que liga Yesod até Kether, na Árvore da Vida. Israel Regardie e outros ocultistas tratam dele normalmente.

      Não compreendo o seu Ceticismo quanto a isso. E é importante citar o Budismo porque é dele que vem os nomes “Caminho da Mão Direita, Caminho da Mão Esquerda e Caminho do Meio”. A relação feita pelos estudiosos da Cabala Hermética é apenas relacioná-los com a Árvore (o que demonstra ser uma correspondência plena). Nada além disso.

      Além do mais, se você buscar as visões sobre Buda (tanto a raiz Mahayana, quanto a Theravada) você não vai conseguir posicionar Buda como um Avatar do Caminho da Mão Direita. São processos completamente distintos.

      • CAIBALION says:

        Oh, meu caro,
        Não pretendi tecer crítica ou desconsiderar qualquer conceito ou definição expostos, embora reconheça que a forma em que redigi leve a esta significação. Tenho uma leitura sobre o tema, de caráter muito pessoal e, em nenhum momento, com a profundidade do arcabouço teórico que vc se embasa. Por favor, entenda minhas colocações como questionamento direcionado a vc voltada a saber quanto a sua pertinência ou não, ou suas limitações e desvios.

        • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

          Compreendo. Admito também que a forma que redigi ficou muito “fria”. Mas espero ter esclarecido as dúvidas. Caso isso não tenha ocorrido, fique a vontade para questionar.

  18. CAIBALLION says:

    Quer no caminho da mão direita, quer no caminho da mão esquerda, o outro não é foco da questão. Importa menos se você ajuda o outro ou não. O importante aqui é dinâmica subjetiva que é gerada, na forma como você lidará com os seus próprios instintos. A caridade é só uma forma de desapego e domínio dos próprios impulsos. O caminho da mão esquerda, ao se entregar ao hedonismo, torna muito mais fácil a quebrar dos condicionamentos sociais, lançando o indivíduo numa dimensão de certo modo propícia para lidar com os próprios impulsos porque resgata a autonomia psíquica. O problema na mão esquerda, penso, é que, sem encontrar freios dos condicionantes sociais, submeter os impulsos à força da vontade passa a ser muito mais difícil do que o simples ascetismo, porque os impulsos, então, surgem com uma força avassaladora.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Meu caro,

      Você está correto em dizer que “A caridade é só uma forma de desapego e domínio dos próprios impulsos”, afinal, mesmo que a caridade não consiga atingir os efeitos práticos (por motivos externos) o impacto espiritual, para aquele que o realiza, é o mesmo.

      Porém, não está correto ao afirmar que “o outro não é foco da questão” (no Caminho da Direita). Essa é a definição do Caminho, por mais que você esteja correto ao afirmar que o que realmente importa é a Caridade, em si (que acaba levando ao desapego).

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Digo isso porque é importante que o iniciado diferencie, em todas as situações, a diferença entre estar debatendo o que vem a ser a realidade dos fatos, no mundo físico e espiritual, e de estar debatendo conceitos e definições.

      Não existia (por exemplo) um “Caminho da Mão Direita” antes de ser feito uma definição sobre ele. Existia sim, o processo de evolução que podia ser realizado de formas diferentes. Disso é possível discordar. Mas não há fundamento quando se tenta discordar de uma definição em si.

      Quando se discute o “Caminho da Mão Direita”, se está discutindo a definição que foi dada a ele (afinal, sem ela, essa expressão nem existiria).

  19. M.Biavatti says:

    Ser ou não ser, eis a questão! Será mais nobre em nosso espírito sofrer pedras e setas com que a Fortuna enfurecida nos alveja? Ou insurgir-nos contra um mar de provações e em luta por-lhes fim?

    Há!

  20. Vinícius says:

    Muito bem escrito e bem explicado.
    Quando fala sobre não ser apenas o meio termo, me lembrei na hora do livro das revelações (ou apocalipse) 3:16 “Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.”

    Paz

  21. Leonardo Andrade says:

    Caríssimo amigo,

    Algum tempo atrás, após estudar um pouco sobre o Budismo, o espiritismo e outros caminhos que conheci vários conceitos e teorias sobre o karma, a lei universal da ação e reação, o processo evolutivo espiritual (que utiliza na maioria dos casos a reencarnação e as provações) e alguns dos motivos para o sofrimento humano.

    Percebi após algumas análises que o processo é muito simples apesar de extenso e com uma infinidade variáveis, peço por favor que avalie se meu raciocínio tem lógica e se condiz com a realidade e com o caminho do meio:

    Conceitualizando:

    1-O sofrimento humano é causado em sua maioria pelos seguintes motivos:

    A-Os erros, paixões mundanas ou decisões erradas de seus “irmãos” encarnados ou desencarnados que influenciam sobre você.

    B-Consequência de suas próprias más ações e erros que voltam imediatamente ou posteriormente para você.

    C-Saída da zona de conforto ao ser colocado à prova por uma das provações evolutivas da vida.

    D-Sofrimento por ver um de seus irmãos falhar em uma das provas da vida.
    Suas próprias paixões mundanas, frustações, ansiedades, materialismo, apego, entre outros.

  22. Leonardo R. A. says:

    2-Se uma pessoa esta sofrendo por estar pagando um Karma passado oque você faria? (conhecendo as leis de consequência Karmica e a lei de ação e reação, sua decisão e consequências)

    A-Decide ajudar a pessoal a sair desta condição mesmo que a mesma não conseguisse, não merecesse sair sozinha ou não quisesse. (Caminho da Mão Direita Puro-Exemplo: Jesus)

    B-Decide ajudar a pessoal a sair desta condição de forma moderada ajudando-a, porém apenas como auxiliador deixando a maior parte do fardo para ela (Caminho da Mão Direita Moderado-Exemplo: Desconheço)

    C-Decide ajudar a pessoal a sair desta condição em caráter moral e consultivo, ou seja, apenas dando apoio moral, porém deixando ela própria sair. (Caminho do meio Padrão-Exemplo: Khrisna, Buda, professores em geral com alunos).

    E-Decide não ajudar a pessoa, ou seja, se ela está nessa situação ela deve merecer, se sair dela é por que merece também. (Caminho da Mão Esquerda Puro-Exemplo: Satanismo).

    F-Decide não ajudar a pessoa, ou seja, e ainda culpa a pessoa por ela estar na situação que está e a discrimina. (Sem caminho ou em alguns casos, pessoas de religiões extremistas, radicais ou fanáticas).

    G-Decide não ajudar a pessoa, e ainda a atrapalha ou prejudica mais (exemplo de uma pessoa que sofre por ter se perdido e chega uma pessoa oportunista e se aproveita para levar algum tipo de vantagem) (exemplo: Pessoas sem caminho, ou consciência de suas ações).

    Obs.: Os exemplos acima e analogias estão condizentes com as ações?

  23. Leonardo Andrade says:

    Tendo isto conceitualizado, gostaria de perguntar o que uma pessoa que gostaria de trilhar o caminho do meio a título de exemplo e analogia, fazer nas seguintes situações:

    Ajudaria:

    Um mendigo doente que pede dinheiro.
    Um mendigo doente que pede para pagar um lanche.
    Um mendigo sadio e capaz que pede dinheiro.
    Um mendigo sadio e capaz que pede para você pagar um lanche.
    Uma criança que pede esmolas no sinal de trânsito após fazer malabarismos
    Uma criança pedindo para você comprar balas que a mesma vende
    Um homem pedindo emprego

    Em quais destes casos, tendo em vista que em nenhum deles você se prejudicaria para ajudar, uma pessoa no caminho do meio ajudaria?

    Em algum deles esta mesma pessoa ajudaria mesmo com prejuízo para si própria?

    Aguardo seu esclarecimento.

    Desde já agradeço, pois algumas destas situações já me ocorreram e admito que em algumas delas tive dúvida sobre o certo e o que era certo a fazer naquele cenário com uma visão mais ampla da realidade das coisas.

    Muito obrigado amigo e desculpe pelo Comment “Um pouquinho grande… Rs”

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Meu caro,

      Alguém que segue o “caminho do meio” agiria nos casos em que realmente compreende-se não estar ajudando além do necessário. Mas isso dependeria de avaliar o cenário de forma detalhada. é difícil avaliar dessa forma.

      Dentre os que você citou, o caso de ajudar “Uma criança que pede esmolas no sinal de trânsito após fazer malabarismos” seria o caso mais de acordo com o caminho, analisando friamente.

      Tudo dependerá do cenário – como eu já disse.

  24. Vento says:

    salve.

    parabéns pelo blog, conteúdo realmente esclarecedor. obrigado.

    tomo a liberdade de colocar aqui uma dúvida: e no caso da religiao popular da umbanda, que em sua doutrina fala da caridade acima de tudo, mas que ao mesmo tempo auxilia objetivos egoístas das pessoas que lá procuram um facilitador para todo tipo de coisa que precisam? dentro da própria religiao existe uma distincao entre direita e esquerda, que muitas vezes sao praticadas ao mesmo tempo. também nao sei até que ponto esses termos estao dentro do que é discutido aqui.

    mais uma vez, obrigado pelo conteúdo do blog e pela atencao.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Mas esse “auxílio a objetivos egoístas” não é, nem de longe, parte da Doutrina da Umbanda. Não tem cabimento para quem faz e nem para quem pede.

      Não é possível dizer que uma religião está no Caminho da Mão Esquerda por causa de irresponsáveis como esses. Ela deve ser avaliada pela sua Doutrina.

  25. leandro says:

    mesmo com os caminhos que existem eu não consigo desassociar cada escolha de cada pessoa no universo e sua reação, essa “conexão” é o mais próximo que encontrei de um visão holística da coisa, sem dúvidas que o caminho do meio parece ser o mais difícil, mas o mais completo e talvez a questão não seja estabelecer a média entre os dois e sim saber em que situações alternar os caminhos, porque no final das contas, tudo parece se completar…não tem sido fácil, nem espero que seja daqui para frente.

    Como dizer a um amigo maçom que não pretendo seguir a mão direita sem parecer prepotente e desrespeitoso? A propósito pertenço a AMORC.

    Obrigado pelas suas palavras, foram de grande ajuda, aguardo ansiosamente pela sua resposta.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Basta explicar que o Caminho da Mão Esquerda também pode levar a iluminação e desfazer o preconceito que este possa vir a ter com relação aos demais caminhos.

  26. Luis Carlos says:

    na verdade não consigo entender como uma pessoa vá pelo caminho da mão esquerda. Sou uma pessoa tão altruista, benevolente, e evidente também defeitos claro.Por isso lapido a pedra bruta e tento fazer a luz brilhar cada vez mais essa luz que vem do leste e que sta em mim, mas não é por isso que sou egoista passo essa luz para os outros, muitos são os chamados e poucos serão os escolhidos. acredito que o amor a tolerância e o respeito é o caminho. Posso até conhecer o outro caminho, mas, apenas conhecer, porque acredito que quando vc nasce. esta emplantado dentro de vc da sua alma o amor. ai. é vc que procura o caminho e é de sua responsabilidade. A ação fala muito mais do que palavras. M.’.M FRC/P

  27. Kazama says:

    Já virei fã do blog/site.

    Gostaria de saber se tens algum livro para indicar sobre o caminho do meio, pois há tempos venho buscando mais informações depois de que percebi que sigo o caminho do meio.

    Claro que não dá para seguir à risca, há recaídas pelo lado da mão direita, porém basicamente sigo o caminho do meio e isso sempre foi marcante em mim.

    Obrigado pela atenção.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      O Budismo é uma “boa pedida”, nesse caso. Compreender as Quatro Nobres Verdades lhe ajudará muito. Indico o livro “A Doutrina de Buda”, do instituto Bukkyo Dendo Kyokai.

  28. Franco-Atirador says:

    Então, resumindo, você deve se esforçar muito mais se opta pelo caminho do meio – uma vez que deve estar muito mais atento para não ficar caindo demais em algum dos dois ‘lados’, como um pêndulo, equilibrando-se de modo a garantir uma ação perfeitamente equilibrada, garantindo uma aprendizagem onde você apenas atenta o ser para o algo a ser aprendido, apenas ilumina, aponta, onde você seja apenas um Facilitador – como nosso caro amigo Gandalf (O Senhor dos Anéis), que se auto-intitulou dessa forma.

    No que se refere ao caminho de mão esquerda, quanto você levanta a ideia de não interferência para não atrapalhar o processo evolutivo de cada um, eu fico um pouco confuso. Você citou o comportamento individualista e não-intromissor somente frente à uma possível ação de caridade. Mas e quanto à um conselho, um aviso, uma repreensão? Como um seguidor da via esquerda agiria frente às outras possibilidades de interação com seu semelhante?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Um conselho é apenas um conselho. Se servir para a pessoa, terá sido graças a atitude dela.

      Inclusive, para ilustrar essa questão, pense em duas pessoas (uma com a via da mão direita e outra da esquerda). Ambos estarão na situação de dar um conselho. Aquele da “via da mão esquerda” é aquele que dá um conselho e deixa que o resto fique para a pessoa. Se a pessoa não ouvir o conselho, ou não ligar muito para ele, aquele que deu o conselho pouco se importará com isso. Se não quer ouvir o conselho, que se exploda e se dê mal (se for o caso do conselho estar correto).

      Quando esse mesmo conselho é dado por uma pessoa da “via da mão direita”, este irá se incomodar se a pessoa em questão não der atenção ao seu conselho. Ela ficará preocupada com as consequências da pessoa que não seguiu esse conselho e continuará tentando ajudar.

  29. Franco-Atirador says:

    Pensei dessa forma pois praticamente tudo o que acontece na nossa vida é resultado da ação de outra(s) pessoa(s), direta ou indiretamente, e isso pode nos proporcionar muito aprendizado/evolução. Entende? A questão é: Talvez nós possamos (e eu acredito que somos) estar sendo veículo de cumprimento de Karma de outros indivíduos, fazendo parte da trama de relações aprendizado.

    Talvez não tenha entendido direito, mas penso que a semente do individualismo e não-intromissão pode drenar a matéria-prima, que é a riqueza das interações entre nós. Talvez eu tenha radicalizado demais, vendo o satanista como um isolado anti-social. Pode ser também que isso levaria as pessoas a terem mais responsabilidade e aprender bem mais com o que os outros viveram. Alguém disse: “O inteligente aprende com seus erros, e o sábio aprende com os erros dos outros.”

  30. josias Zanco says:

    É bom ler SAM HARRIS, Carta a uma Nação Cristã, e a morte da Fé, onde todos os Dogmas caem por terra, todas as religiões são analisadas e invalidadas pela lógica e pela razão. Onde passa a imperar o Ateísmo que é segundo o autor, o mais racional. Albert Pike ilustre maçon, irmão, defende o Lucificerismo, Irmãos maçons se tornam satânicos e quem é ateu? pode ser maçon. Entendo até certo ponto a dualidade humana, deve ser vivenciada na prática e não só discursica, justificaria maçonaria e satanismo, maçonaria e luciferismo . Temos que defenir e ser livres e de bons costumes, sou a favor que o homem, siga o caminho de busca do Deus que está dentro dêle e de sua felicidade e compreensão própria. T.’. F.’. A.’.

  31. dario lopes says:

    Achei um cara que resolveu publicar em uma editora dessas livres um livro com tudo que eles passam, fazem e estudam no primeiro grau da maçonaria…
    to me segurando pra comprar parece que tem coisa ali que todo mundo deve saber mesmo, o cara parece ser um ex maçom que não esta contente. segue o link de onde eu achei o livro, https://www.clubedeautores.com.br/book/140743–Maconaria_Revelada acho importante a gente ficar por dentro do que esses caras andam fazendo por ai em suas reuniões.

  32. Marcos.bs says:

    otimo, eu sou da maneira que voce descreveu no caminho do meio, quando alguem perde alguma coisa e eu vou ajudar, vou logo perguntando, pensa onde foi o ultimo lugar que vc deixou e procura e quando eu ajudo sempre deixo uma coisa clara: e uma ajuda e nao estou trabalhando sozinho…rssrs.

    Gostaria de saber o que achas da Magia do Caos?

  33. Hermes says:

    Olá, apenas algumas dúvidas:
    Como vc conhece tão profundamente a maçonaria?
    Como conhece também o rasacrucianismo ( AMORC)?
    Sem participar?
    Ou entrou e não conseguiu a atenção obvia que quer para seu ego?
    Porque não expõe o que vc acredita sem maldizer o que os outros acreditam?
    Maçonaria chama mais a atenção né.
    Que fique bem claro aos incautos e sem opinião formada que para termos como criticar algo temos que conhecer a fundo, e pelo jeito que vc diz que conhece os erros alheios Matuzalem é um recem nacido perto de vc.

  34. O HERMETISTA says:

    Para esclarecer. O perdão não tem espaço no caminho da mão esquerda?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Na verdade, em teoria pode haver sim, mas é mais difícil de se ver. No geral, alguém que trilha o caminho da mão esquerda não o faria sem ter bons motivos pessoais para isso.

      Por exemplo, você poderia perdoar alguém pelo simples fato de que esse ato faria com que você tirasse da cabeça o ódio que você tem de alguém. Nesse caso, você estaria fazendo mais para dar paz a si mesmo do que por estar se importando com a outra pessoa.

  35. O HERMETISTA says:

    Caríssimo Adm.
    Gostaria de indicar uma obra antiga que acho que cai muito bem neste post.
    Ética a Nicômaco, de Aristóteles
    Me corrija por favor caso eu esteja errado mas acho que esta talvez possa ser a obra mais antiga que indique um caminho do meio.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      A Obra é realmente excelente. Imagino que você tenha recomendado principalmente por causa do “Livro (Capítulo) 5″, que trata da “Justiça e da Injustiça”. Apesar desse ponto, no geral, ser colocado como Caminho da Mão Esquerda, os posicionamentos de Aristóteles se encaixam bem mais no Caminho do Meio.

      Quanto a ser a mais antiga, talvez até seja a referêmcia mais antiga do Ocidente, no entanto, certamente não é a mais antiga do mundo tendo em vista que o termo Caminho do Meio surgiu no Oriente e bem antes de Aristóteles ter nascido.

  36. O HERMETISTA says:

    A caridade pode ser vista como um ato de perdão para aqueles que acreditam no Karma

  37. BOLODÓROS says:

    Se eu quisesse provar que existem outros caminhos, e um satanista quiser usar magia negra contra mim eu provavelmente não conseguiria demonstrar. Isso é satanistas que não usam como o caso aqui. Bem.

    Faço a primeira pergunta da peneira.
    Prejudica aos outros?
    Se sim a quem prejudica?
    Se não. Prejudica a mim mesmo? Quem sofre com isso?
    O cara que vc da um prato de comida na Sé, se pega-lo sozinho na calada da noite com mais dez mendigos loucos pra usar droga irão ter piedade de vocÊ? Eu acho que se eu for praticar o satanismo mesmo. Eu não ajudo ninguém é porra nenhuma. Não da pra saber quem merece seu respeito e não vai te trair um dia se vacilar.

    Um dia um mendigo me disse. Me pague um lanche e eu disse não. Olhei pra o céu e disse. É COM ISSO SEU OTÁRIO QUE VC KER ME PROVAR? PORQUE NÃO FAZ ALGO QUE LHE CUSTE ALGUMA COISA TÃO IMPORTANTE QUANTO SERIA PARA MIM. PORQUE NÃO ME PERMITE DA ESMOLAS DE VERDADE? PORQUE NÃO ME PERMITE DAR UM PLANETA PARA CADA UM DE MEUS INIMIGOS E FAZER DESTA GALAXIA A ESMOLA PARA TODOS OS MERCENÁRIOS E HOMENS SEDENTOS POR IGNORANCIA. É COM COXINHA QUE VC KER ME PROVAR OTÁRIO.?
    FAÇA DESCER DO CÉU OURO PARA QUE SATISFAÇA AS MASSAS.
    OU ME DEIXE QUEIMAR TUDO QUE VC TEM,
    EU NÃO QUERO NADA. FAÇO DE GRAÇA PARA QUE O CÉU O INFERNO VEJAM TUA HUMILHAÇÃO.
    PERMITA-ME DESTRUIR ESTE PLANETINHA HIPÓCRITA PARA VER SEUS ADVERSÁRIOS CHORAREM COMO CRIANÇA.

    VC NÃO SABE NADA SOBRE MIM. E CALE SUA BOCA.

    NORMALMENTE EU MANDO AS FORÇAS OCULTAS TOMAR NO KU. E FICO DIAS SEM DORMIR SENDO ATAZANADO, MAS E DAI? QUEM SÃO VCS PARA ME ACUSAR MALDITOS. DIGO MESMO E SE TEM ALGUEM JUSTO AI EM CIMA. EU NÃO PRECISO DE ADVOGADO, POSSUO ARGUMENTOS SUFICIENTES PARA ME DEFENDER SOZINHO BANDO DE KUZAO.

  38. BOLODÓROS says:

    SABE O QUE EU FAÇO COM UM CONVITE DA MAÇONARIA? EU CAGO EM CIMA.

    SABE O QUE EU FAÇO PRA SER UM SATANISTA. EU AMO APENAS A MIM MESMO E A QUEM MERECE MEU RESPEITO E CONFIANÇA.

    COM TODO RESPEITO. EU NÃO TENHO VONTADE DE ME DAR BEM NA VIDA, SABE PORQUê, PORQUE O OURO E A PRATA NÃO SÃO NADA.

    TODOS OS HOMENS SÃO HIPÓCRITAS. E ACREDITO QUE PUDESSEMOS SABER TODOS OS PENSAMENTOS DOS HOMENS, NENHUM MASSON SERIA APROVADO.

    OLHA EU NÃO SOU UM FALSO MORALISTA. EU NÃO FAÇO PARTE DE CLUBINHO.

    EU PEGO O QUE ME INTERESSA E NADA MAIS ME SERVE. PROBLEMA SEU QUE ESCREVEU TUDO AQUI PRA O GLOBO VER.

    EU NÃO TENHO NADA CONTRA A MAÇONARIA NEM CONTRA O SATANISMO. SÓ ESTOU GARANTINDO MINHA NÃO ENTRADA. RSSSSSSSSSS EM NENHUMA DELAS.

    CAGO NO CONVITE DAS DUAS.

  39. Reginaldo Lapetina Miguel says:

    Perfeito Ir.’., parabéns pelo trabalho!!!

  40. Flávio says:

    Bom dia. Eu tenho uma indagação: eu me encaixei nas três vias, o que isso pode significar? Tenho grandes posicionamentos acerca da mão esquerda; tenho grandes posicionamentos acerca da mão direita e tenho grandes posicionamentos acerca do caminho do meio. Eu li os três deste site e me vi em todos os três, ou melhor dizendo: me senti equilibrado entre eles, como num tripé. O que isso poderia significar?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>