Satanismo e a Sagrada Magia de Abramelin

Iremos tratar hoje da relação entre a Sagrada Magia de Abramelin e o Satanismo de Lavey que, na verdade, não tem relação com as práticas ocultistas – mas não pode ser ignorada.

Quando falamos da Magia Enochiana, no último Post da categoria “Satanismo”, a relação estava nas Chaves Enochianas que são apresentadas na Bíblia Satanica por Anton LaVey. O objetivo foi explicar de onde elas vinham e qual o propósito delas.

Já com relação a Sagrada Magia de Abramelim, o que existe são apenas referências – e que deixam claro, mais uma vez, as influências ocultistas de LaVey.

Seja por interesse prático ou apenas por curiosidade “acadêmica”, vale a pena estudar a Sagrada Magia de Abramelin. Sua importância histórica para o mundo da Magia é substancial.

Sagrada Magia de Abramelin

Resumidamente, a Sagrada Magia de Abramelin trata de evocações/invocações – mas, obviamente, não da mesma forma que a Magia Enochiana. Nela, antes de mais nada, você precisa conseguir o contato com o seu Sagrado Anjo Guardião.

Muitos acreditam e defendem que a ideia de “Anjo da Guarda” vem da Sagrada Magia de Abramelin (cuja obra mais antiga que temos acesso é de 1600), no entanto, é importante fazer algumas observações sobre isso.

Talvez a expressão “Anjo Guardião” realmente tenha vindo dessa época – é uma possibilidade. Entretanto, esse conceito está longe de ter surgido no século XVII.

Na Grécia Antiga já existia o termo Daemon* para designar o “Espírito Guia Interior”. Conceitos parecidos também podem ser encontrados no antigo Xamanismo – e até no “Sufismo” (que é a corrente mística-ocultista do Islamismo) na forma de gênios (os famosos “djins”).

*Sim, é da expressão “Daemon” que surgiu a empressão “Demon”

“O Santo Anjo que, desde o meu nascimento, havia sido designado por Deus Todo-Poderoso para ser meu guardião, falou-me com tanta doçura e afeto que meu coração ficou fascinado por ele. Não só me manifestou a verdadeira magia, como me facilitou os meios de obtê-la.

Ele me confirmou também a veracidade de todos os sinais que Abramelin me havia dado sobre a Cabala e me deu um sinal fundamental para obter outros sinais em minhas operações, se assim eu quisesse (…) Em tudo tenho sido assistido por Deus e seus Santos Anjos, de modo que tenho logrado êxito e grande prosperidade para nossa casa e confesso que rechaci verdadeiras riquezas que foram possíves possuir.”

As demais evocações/invocações só poderiam ser feitas após o contato com o Sagrado Anjo Guardião. E eu insisto em chamar de evocações/invocações porque existem formas distintas de se enxergar a Sagrada Magia de Abramelin.

Os thelemitas e magistas práticos que, no geral, são os que mais estudam a Magia de Abramelin, defendem que o Sagrado Anjo Guardião, na verdade, é a profundidade do seu insconsciente, portanto, não é um ser real. Como essa questão foi difundida dessa forma por esses ocultistas (como o MacGregors – na Golden Dawn) esse assunto pouco entra em discussão.

É quase o mesmo caso da Magia Enochiana, ao tratar os Anjos como “egrégoras” e não se cogitar a possibilidade desses Anjos serem “entes” de personalidade própria.

Se você já acredita nas premissas ocultistas, seria tão absurdo assim também acreditar que possa existir uma entidade diretamente ligada ao seu Ser desde o seu nascimento? Talvez para alguém pouco acostumado com questões metafísicas a resposta seja “sim, é um absurdo acreditar nisso”. Todavia, estamos falando de ocultistas e estes já estão acostumados (por experiência, ou por estudo) a coisas bem mais absurdas do que isso.

Vou bater sempre nessa tecla porque esses materiais são bem antigos e sua atual interpretação é quase inquestionável pelos ocultistas, sendo que a maioria (mesmo aqueles mais estudiosos que buscaram as obras originais) não se dão conta de que esses conceitos de anjos, evocações e etc, não são definidos por essas obras mas sim pelos ocultistas modernos que as utilizaram.

É verdade também que tudo isso acontece pela natureza “prática” do ocultista, que muitas vezes está mais preocupado com os resultados do que com as possíveis causas de um efeito. Isso acaba fazendo com que a maioria ignore as teorias mais “místicas” e simplifiquem tudo da maneira mais objetiva possível.

Claro que isso não seria um problema se esse pensamento fosse deixado bem claro. Porém, não é o que acontece.

É muito comum que os ocultistas de hoje em dia estudem pelos ocultistas “modernos”. Infelizmente, a maioria não vai se importar em buscar as obras originais – sendo que, muitos dos que buscam, por já estarem condicionados, nem se questionam quanto a natureza dos efeitos – e é aí que mora o problema.

Nem todos os ocultistas são puramente práticos. Vários se interessam pelas causas metafísicas e pelo universo espiritual que supostamente está a sua volta, porém, se limitam àqueles materiais por não saberem que existem outras correntes de pensamento que se preocupam mais com a origem do universo (e do “bem e do mau”) do que com os “poderes” que você pode conseguir ao fazer invocações.

Outros (que talvez viessem a se interessar) não vão em busca de outras explicações porque não sabem que elas existem e nem que a maioria dessas explicações metafísicas (apresentadas nas obras ocultistas) não foram ditas – e nem concluídas – nos materiais de origem.

Talvez, se esse interesse pudesse ser melhor explorado, fosse possível ter uma terceira hipótese sobre a questão das invocações/evocações – além de serem encarados como “entidades conscientes” ou como a “masmorra mais profunda do seu inconsciente”.

Poderia se supor que o Sagrado Anjo Guardião trata-se do “Eu Superior” que, em outras palavras, seria o grupo de Corpos Espirituais (lembram deles?) que não estão ligados a uma única vida. Ou seja, você poderia considerar que está lidando com o seu “verdadeiro eu” – aquele que passou por todas as suas outras vidas e tem todas as respostas do universo, que você precisa para a sua evolução.

Mas enfim… Continuando…

Outro erro comum é o de acreditar que a Sagrada Magia de Abramelin tem relação com o Abraão Bíblico.

O Abraão (ou Abraham) dessa obra é apenas um Judeu que aprende a “Verdadeira Magia” com o Mago Abramelin após uma intensa jornada de busca. Sendo que o suposto acontecimento se dá no período da Idade Média.

Meu palpite é que essa confusão com o Abraão Bíblico acontece por dois motivos:

O primeiro é porque é dito, por Abramelin, que essa era a Magia praticada por Noé, Abraão, Moisés, Davi, Salomão e etc. E sei que não custa muito para que alguém, ao ouvir essa explicação, de boca, tenha assimilado que o Abraão da Sagrada Magia de Abramelin fosse o Abraão Bíblico.

O segundo é porque a Magia Enochiana também faz referências aos patriarcas, quando explica que aqueles eram os Anjos que apareceram para Enoque e os ocultistas modernos fazem uma forte conexão entre elas devido ao fato de ambas tratarem de evocações/invocações (como eu já mencionei).

Muitos dos nomes daquela lista se tornaram nomes “demoníacos”, perante os cristãos – mas isso não deve surpreender ninguém, certo?

Referência na Bíblia Satânica

A relação com o Satanismo está diretamente ligada a divisão da Bíblia Satânica, que é feita em 4 Livros: Os livros de “Satan, Lúcifer, Belial e Leviatã”, que são os “Príncipes Supremos”, no Livro de Abramelin, e são “Os Quatro Príncipes Coroados do Inferno”, na Bíblia Satânica.

Cada um desses livros (no caso, os “personagens”) representam um dos 4 elementos. Sendo que esses elementos, claramente, correspondem a forma “alquímica-hermetica” de se enxergar os elementos. Demonstrando aí mais uma pitada de ocultismo na Bíblia Satânica.

Essa é uma referência simples mas que é bem mais evidente do que as demais correntes já que, nesse caso, qualquer um que conheça a Sagrada Magia de Abramelin irá identificar de imediato essa referência feita aos Príncipes.

Não vou me estender mais, já que não há necessidade. Quem sabe, em um outro momento, aproveitemos essa conexão para fazer um estudo mais aprofundado da Sagrada Magia de Abramelin.

No próximo e último Post (dessa série) da categoria Satanismo, vamos fechar tratando da “Missa Satânica e da Magia do Caos”.

Até lá…

 

Veja Também

Satanismo e o Existencialismo
Satanismo e a Filosofia de Nietzsche
Satanismo e a Virtude do Egoísmo
Satanismo e a Lei de Talião
Satanismo e os Corpos Espirituais
Satanismo e a Thelema
Satanismo e a Magia Enochiana
Satanismo e a Sagrada Magia de Abramelin
Satanismo – Missa Negra e a Magia do Caos
This entry was posted in Satanismo. Bookmark the permalink.

38 Responses to Satanismo e a Sagrada Magia de Abramelin

  1. Denise says:

    Gostaria de recomendar esse site para quem gostaria de se aprofundar mais no assunto http://www.cih.org.br/index.php?Itemid=61&id=165&option=content&task=view e também essa entrevista http://www.thelema.com.br/espaco-novo-aeon/thelemitas/entrevista-com-frater-goya/ pela riqueza de citações, reflexões sobre thelema e uma breve citação ao abramelin

  2. Denise says:

    Vale também a pena ler a trilogia de Philip Pullman (o filme é muito ruim, mas os livros são ótimos e ricos em conceitos ocultistas). Acho que o conceito de dimon e a forma como ele desenvolve a ligação entre um dimon e seus personagens e como as pessoas de nossa dimensão têm seus dimons “invisíveis, mas presentes em nosso interior, pois tds têm seu dimon” ajuda a entender o conceito de SAG e “eu superior” ou chama divina presente em cada um de nós tb citada em outras correntes filosóficas e religiosas(podemos citar o mais famoso namastê = eu saúdo o deus em vc)
    http://en.wikipedia.org/wiki/D%C3%A6mon_(His_Dark_Materials)

  3. Denise says:

    Deixo ainda este pequeno trecho que adaptei e encurtei do Livro de Eliphas Levi, “Dogma e Ritual da Alta Magia”, para estender um pouco mais além essa polêmica sobre a natureza de anjos, deuses, demônios e entidades: “o bafomé não é, como os ídolos monstruosos, enigma da ciência antiga e de seus sonhos, mas sim um hieróglifo inocente e mesmo piedoso. Digamos que em homenagem à humanidade que essa jamais adorou cães e bodes nem tampouco cordeiros e pombas. Como hieróglifo, por que não um bode tanto quanto um cordeiro?Aqui é um touro, lá um leão, lá uma serpente com cabeça de touro. Em todas as partes porta, ao mesmo tempo, atributos da luz, como nosso bode cujo signo do pentagrama não admite que seja tomado por uma das fabulosas figuras de satã. Digamos bem alto, a fim de combater o maniqueísmo, que ainda é observado nos cristãos, que satã, como personalidade superior e consciência, não existe”.

  4. Denise says:

    e para complementar, uma imagem do bafomé . Como aqui discute-se sobre maçonaria, suas interrelações e não relações e como mtos que desconhecem a maçonaria acham que há um bode na mesmo, deixo essa foto http://www.greatdreams.com/climate/pic-washington_baphomet.gif para sua investigação e reflexão…um brain teaser :)
    dá polêmica e confusão, mas também a oportunidade de abrir a mente, desmistificar falsas “verdades” e entender melhor como funcionam os simbolismos

  5. raph says:

    Para mim, o mais provável é que se trate de uma mistura, como sempre: se, na maioria das vezes podemos estar a entrar em contato direto com potencialidades de nosso “Eu Superior”, o aquele Eu que viveu todas as nossas vidas (ou, pelo menos, as que estão sendo relembradas no momento da experiência), não me parece impossível, e nem mesmo improvável, que um ou mais dos nossos “Guias Espirituais”, ou dos “Guias de Egrégora”, espíritos em si e por si, como qualquer outra pessoa que conhecemos encarnada, estejam também a nos auxiliar, e proteger, e amar, e, quem sabe, influenciar-nos para o caminho “positivo”. Abs–raph

  6. Marcelo says:

    Admin,

    Certa vez o Del Debbio respondeu um comentário no Tdc falando que a biblía satânica de Laey era uma piada que os “satanistas de orkut” não entenderam. Sabe o porquê desse comentário? Ou poderia dar sua opinião a respeito?

    obrigado.

    • Júlio says:

      Marcelo, acho dificil o DD ter dito isso sobre a biblia de Lavey. Ele fez um post quando descobriu esse blog, e falou que o blog era MUITO BOM. Se ele achasse que lavey era uma piada ele não iria achar o blog tão bom assim, vc não acha?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caro Marcelo,

      Como o Júlio, também acho difícil que o Marcelo (Del Debbio) ache a Bíblia Satânica uma piada. Mas uma coisa é certa: Realmente os “satanistas de orkut” não entenderam a Bíblia Satânica.

      • Marcelo says:

        Caros,

        Minha pergunta foi justamente por isso. Achei meio contraditório o comentário dele. Mas enfim, sei da qualidade de ambos (deste blog e do tdc).

        abs

  7. Júlio says:

    Admin, eu nunca ia imaginar que poderia encontrar tanto ocultismo em Lavey. O Satanismo parece a religião dos ocultistas, kkkkkk. Obrigado por disseminar esse conhecimento que muita gente parece não fazer ideia. abracos!

  8. Saulo says:

    A citação que você colocou em negrito é da Sagrada Magia de Abramelin??? Sei que não tem sentido ser de outro lugar mas é só pra ter certeza mesmo.

  9. Vitor says:

    “Chegará a hora em que o vulgo será escravo não mais pela Forca mas pela ignorância das próprias ideias, que trará dor pior que a Forca, já que não haverá consciência da prisão eterna da qual se estará submetido”

  10. Paulo Ricardo says:

    Frater Admin,

    Alquimia também é um tema abordado na Magia de Abramelim?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Talvez eu tenha passado essa impressão, ao citar a Alquimia, mas foi apenas uma referência minha (por estar na Bíblia Satânica), mas não está na Sagrada Magia de Abramelim.

  11. Henrique says:

    como faço para vender a minha alma em troca de muito mais muito dinheiro mesmo acordar em outro dia já na minha casa rica ??

  12. Gabriel says:

    Olá Admin!!

    Comecei a ler esse livro, e achei o Abraão um fundamentalista que fechou os olhos sobre magia. Tanto que devido aos seus preconceitos, se pegou em contradição quando foi informado pelo Anjo Guardião que poderia utilizar a magia para manipular demonios.

    Enfim, vou continuar a leitura, mas vale ressaltar esse linha de pensamento fanatica do Abraão!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Gostei do seu comentário. A maioria lê obras como essa sem questionar nenhuma linha e, dificilmente, tem um ponto de vista parecido com esse.

  13. Juan says:

    Olá! Eu tenho umas dúvidas: Na parte do livro que Abraão fala sobre o círculo que é desenhado com carvão, com os nomes de deus e etc, tem alguma relação com o selo de Aemeth? E a propósito, os anjos que devem ser invocados são os anjos cabalísticos ou os enoquianos? Sobre a questão dos demônios: Simplesmente não são os mesmos daemons da Goetia ou outro sistema parecido… onde encontrar os selos desses daemons?

  14. silver price says:

    O Livro da Magia Sagrada de Abramelin o Mago conta a história de um mago egípcio chamado Abramelin, que ensina um sistema de magia a Abraão o Judeu, alguém que viveu de 1362 a 1458.A magia descrita neste livro foi “revivida” nos séculos XIX e XX através da tradução de Mathers do livro, que se tornou importante dentro da Golden Dawn e mais tarde no sistema thelêmico. Infelizmente Mathers usou a cópia do manuscrito menos confiável como base para sua tradução, que contém muitos erros e omissões. A tradução seguinte por Georg Dehn e Steven Guth, baseada nas fontes mais recentes e completas, é mais culta e compreensível. Dehn atribuiu a autoria do Livro da Magia Sagrada de Abramelin o Mago ao Rabi Yaakov Moelin(1365–1427), um judeu talmudista alemão.

  15. silver price says:

    Supõe-se que o contato estabelecido com o Anjo da guarda é um empreendimento perigoso para o aspirante que está tentando invocar a mesma Voz de Deus na sua própria vida. Ainda, em cima disto, promete o livro mais adiante que – tendo obtido a cooperação do Santo Anjo Guardião – o aspirante pode continuar estabelecendo controle daí para diante, sobre todos os espíritos da natureza e infernais. É desnecessário dizer, que o Livro de Abramelin foi o material de fábulas no estilo de Lovecraft, e de lendas urbanas são fáceis de achar cercando o texto. Tentar a magia e falhar (e assim tornar-se insano) é uma das armadilhas mais famosas. Os talismãs na parte de final do livro, dizem, tendem a trabalhar por sua própria vontade. Apenas possuir uma cópia do texto, nós fomos advertidos, pode atrair desassossego espiritual ou até mesmo demônios hostis para sua casa!

  16. Michel says:

    Gostei desta interpretação de que o o S.A.G. está no fundo do inconsciente, nunca havia lido tal idéia e explicaria muita coisa sobre as invocações/evocações, mas também complicaria outras. Por exemplo, invocações devem ser feitas sempre sob a tutela/presença do SAG, se é assim, o magista estará semi-consciente? Pois algo de sua consciência deverá dirigir o ritual.
    Um ponto interessante: o SAG reside em Tipheret, chakra cardíaco, e seria dele que o Ego receberia a luz vinda de Kether. Mas à frente de Tipheret encontra-se a sephirah Daat, conhecimento, que é vista como um portal para o inconsciente/abismo e se refere à Gnose.
    Assim, a idéia do SAG ser somente o inconsciente profundo parece estranha, pois o inconsciente (Daat) recebe a luz/Shekinah de Kether (de um lado do Véu do Abismo) e do outro lado Daat pode ser penetrada por Tiphereth (na pessoa do SAG), que resgataria a Luz dispersa nas trevas, através de invocações/evocações.

  17. Michel says:

    Quanto ao ponto de ser o SAG um ser real, um aspecto de nossa consciênscia ou inconsciente ou um espírito de um morto, etc.
    Como o autor deste site citou algumas vezes, o erro de ocultistas demasiado práticos é o de não conhecer ou buscar leituras mais antigas.
    A Cabala judaica, luriânica, e outras correntes, têm estabelecido como certo que houve o desenvolvimento de vida em todas as sephitot.
    Isto quer dizer que a sephirat Thipheret é um mundo povoado por seres espirituais que se elevaram até aquele nível, ou nasceram lá.
    Como seres que habitam no mundo do chakra cardíaco é óbvia sua missão de auxílio a quem está mais abaixo de si.
    Para quem gosta de citar a obra de Jung, busquem o nome Philemon – era um ser com o qual ele mantinha contato e que o instruía, às vezes, seu SAG. Animus era seu exú e a Anima sua pombagira.

  18. Eu mesmo! says:

    silver price says:

    “Supõe-se que o contato estabelecido com o Anjo da guarda é um empreendimento perigoso para o aspirante que está tentando invocar a mesma Voz de Deus na sua própria vida. Ainda,em cima disto,promete o livro mais adiante que – tendo obtido a cooperação do Santo Anjo Guardião – o aspirante pode continuar estabelecendo controle daí para diante,sobre todos os espíritos da natureza e infernais. É desnecessário dizer,que o Livro de Abramelin foi o material de fábulas no estilo de Lovecraft,e de lendas urbanas são fáceis de achar cercando o texto. Tentar a magia e falhar (e assim tornar-se insano) é uma das armadilhas mais famosas. Os talismãs na parte de final do livro,dizem,tendem a trabalhar por sua própria vontade. Apenas possuir uma cópia do texto, nós fomos advertidos,pode atrair desassossego espiritual ou até mesmo demônios hostis para sua casa!”

    COMENTÁRIOS COMO ESSES PARECEM SER IGNORADOS…SEMPRE!!

    NUNCA ESQUEÇAM: QUEM TEM PENA DO * NÃO PEGA AIDS!!

  19. Eu mesmo, denovó! says:

    “Este é o caso, espero que sirva de aviso àqueles que lerem esta confissão da
    minha asneira, para que tratem com o máximo cuidado todos os sistemas de magia
    impressos em livros, *e não os usem de forma alguma, a não ser que tenham o mais
    completo controle das entidades invocadas”.

    – H. Campbell, Aprendiz sob a responsabilidade de “Dion Fortune”, reflexão (e conselhos, aos que quiserem…) após experimentar os efeitos consequentes à sua tentiva de usar o talismã apropriado.

    Aos interessados e dotados (minimamente) de bom senso, procurem saber mais…

  20. Laura says:

    No espiritismo segundo kardec todos nos nascemos com um espirito protetor que nos acompanha a vida toda e pode ate ficar conosco durante o mundo espiritual
    Talvez seja o mesmo conceito

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssima,

      É o mesmo conceito sim. Na verdade, a maioria das religiões e correntes de pensamento místico-ocultistas tratam desse conceito. Com nomes e alguns princípios diferentes, é claro, mas sempre com a mesma ideia.

  21. wilson says:

    Gostaria de colocar um resultado dos meus estudos psiquicos.
    O Vampirismo
    O vampirismo é praticado por espíritos desencarnados que estão apegados a matéria e aos vícios terrenos, eles querem continuar a ter as sensações da vida terrena, portanto, eles vão procurar pessoas (encarnados) no qual eles possam se encostar no perispirito da pessoa e sugar os fluidos vitais, num processo, chamado de Vampirismo psíquico.
    As pessoas que são atacadas, são principalmente, os levianos, os fracos, os viciados, as pessoas que cultivam, maus pensamentos, maus hábitos, maus desejos, essas pessoas são as mais visadas.Uma pessoa criteriosa, de pensamentos elevados e positivos e de Conduta moral reta, sempre consegue repelir esses vampiros psíquicos do plano astral, não havendo sintonia vibratória, os maus espíritos se afastam.
    O Bem repele o mal.
    Nos rituais de sangue ou sacrifícios de animais, encontramos, um tipo mais radical de Vampirismo, os espíritos obsessores vão sugar do sangue os fluidos vitais, é por isso, que nesses centros de macumbas, umbanda e candomblé existe a matança de animais, os espíritos obsessores pedem tais praticas, para poderem sugar os fluidos vitais.
    Esses espíritos são ignorantes, maldosos, vingativos, maliciosos, espíritos que pedem essas coisas, são espíritos apegados a matéria, cuidado para não cair na lábia deles.

    Os Espiritos de Luz nunca vão pedir sacrifícios de animais, velas, charutos, cachaça, despachos.
    O Mestre Allan Kardec, explica em seus Livros, que é pela LINGUAGEM, que vamos avaliar o estado evolutivo dos Espiritos desencarnados.
    Os Espiritos Elevados e Superiores possuem sempre uma Linguagem pura, digna, lógica, e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e Espiritual das pessoas, a sua LINGUAGEM é sempre moralizadora, incentivando as pessoas a praticarem o Bem e as Virtudes.
    Os espíritos inferiores(apegados a matéria) possuem sempre uma Linguagem chula, vulgar, trivial, grosseira, pesada, na sua Linguagem se reflete as paixões humanas, como, o ódio, a raiva, a inveja, o fanatismo, o rancor, os desejos de vingança, o apego aos Vicios do fumo, da bebida, da gula, do jogo, das drogas, eles sempre possuem uma Linguagem moralmente suja.
    Portanto, basta avaliar o teor Moral da LINGUAGEM que os espíritos desencarnados usam em suas comunicações mediúnicas.
    Os Espiritos de Luz, jamais vão usar uma Linguagem grosseira, vulgar, trivial, agressiva ou pesada, sua Linguagem reflete o seu estado moral evoluitivo.
    Uma outra questão que eu acho muito importante, os Espiritos Elevados são sempre Lógicos e Racionais em seus ensinamentos, Allan Kardec afirmou o seguinte, qualquer ofensa a Razão e a Lógica denuncia um espírito atrasado.

    Existe os Espiritos embusteiros, mentirosos, hipócritas e mistificadores do plano astral ou mundo espiritual, esses espíritos são maliciosos, usam nomes falsos, importantes e pomposos, para enganar as pessoas e também tentam usar uma Linguagem suave, melosa, doce, para seduzir e enganar, são os falsos profetas do mundo espiritual, para evitar isso, temos que seguir a Orientação de Kardec.

    “ Qualquer comunicação que venha dos espíritos desencarnados tem
    “Que passar pelo crivo severo da Razão e da Lógica, para poder ser aceito.”

    Portanto, quando um espírito se apresenta num centro (reunião mediúnica) pedindo charutos, cachaça, despachos, sacrifícios de animais, vamos concluir, que é um espírito apegado a matéria e aos vícios terrenos, basta analisar o teor moral das coisas que ele fala e pede, e vamos concluir que são espíritos inferiores e atrasados, e muitos deles podem ser maldosos e vingativos, não se deixem iludir.
    Eles falam macio, cuidado.
    O Mestre Allan Kardec fala em seus Livros, que são as imperfeições morais da alma que atraem os maus espíritos, para afastar esses espiritos obsessores, temos que cultivar valores morais positivos, cultivar pensamentos elevados e nobres, ter atitudes corretas e honestas, ter uma Conduta Moral reta, praticar a caridade e a fraternidade, quando a pessoa se eleva no Campo Moral ela vai entrar em Sintonia vibratória com os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos, atraindo para si uma assistência espiritual positiva.
    Tudo depende das nossas condições Morais e Mentais.

    Os Espiritos Superiores ou os Mestres da Grande LUZ, falam em suas Doutrinações, sobre a Causa basica das Obsessões e do Vampirismo psiquico, que são. A Cabeça e maõs desocupadas A palavra irreverente A boca maledicente A conversa inútil e futil prolongada A atitude hipócrita O gesto impaciente A inclinação pessimista O apego demasiado a coisas e pessoas O comodismo exagerado A solidariedade ausente O desejo de apreço e reconhecimento Fugir para o álcool ou drogas estupefacientes As paixões exacerbadas Perversões sexuais Crimes Ganância e USURA Maus pensamentos e maus hábitos Vejamos outras Causas morais. Olhos altivos Lingua mentirosa Mãos que derramam sangue inocente Coração que trama projetos iniquos Pés que se apressam a correr para o mal Testemunha falsa que profere mentiras E o que semeia contenda entre irmãos São essas imperfeições morais que atraem os espiritos imundos. O desregramento Moral é a Mãe de todos os vicios, crimes, maldades, falsidade, que perturba e trava a Evolução da Humanidade.

  22. O HERMETISTA says:

    uma delicia de leitura esse post realmente muito bom.
    ….correntes de pensamento que se preocupam mais com a origem do universo (e do “bem e do mau”) do que com os “poderes” que você pode conseguir ao fazer invocações…..
    pode citar exemplos?

  23. ivo says:

    Olá Denise. A entrevista do Frater Goya é muito boa, inclusive respondeu um questionamento que tinha sobre o Comento do Livro da Lei, que adverte a destruicao imediata do mesmo apos a primeira leitura. sobre Abramelin, carissimo Admin, diante dos ultimos comentarios, seria mesmo “perigoso” tentar contato com o SAG, correndo o risco de ficar insano? É sério isso?

  24. BOLODÓROS says:

    Prezado(s).

    Sinceramente nunca ouvi falar em abremelin, ja ouvi falar em thelema, na sra. blavastica, na biblia satanica, magia enoquiana, telema, alester crowley, A estória do Fausto alemão, de macumba, candomblé etc…

    Sei que existem diversas frentes trabalhando por aqui. Nenhuma é humana. Este mundo propcia a qualquer ser de outros mundos a possibilidade de viver a dualidade de tal forma que em tudo se vê o bem e o mal.

    Sinceramente já ouvi falar que para conseguir poder tem cara apelando pra algumas correntes, esse poder pode fazer vocÊ conseguir desmaterializar coisas. praticar ilusões, eu mesmo fui presenteado por um espírito de mágica, mas zombei e perdi os poderes de fazer mágica sem saber como. Me parece que alguns seres dependem usar nossos corpos para poder interagir em nossa dimensão, e em troca ficam com nosso corpo do pescoço pra cima ou do pescoço pra baixo.

    De fato toda busca por estas descobertas tem sido por uma grande maioria para tirar proveito próprio. Se eu fosse uma entidade superior que dependesse de certa forma de um aproveitador em quem não posso confiar muito eu não olharia com bons olhos esse cara. Simplesmente, já ouvi em goétia para doutrinar demônios. Que buda doutrinou demonios que hoje são protetores do budismo. Olha se alguém quer saber sobre ocultismo espero que tenha boas intenções. Imagine um cara pedir a um demônio a morte de um inimigo quando o demônio consegue saber que o cliente é um vagabundo, mentiroso, canalha e ta SUJO NA RODINHA faz tempo. Será que esse demônio tem algum senso de justiça? Ele poderia dizer quem merece se FU….é vc.
    Bem, se você é do bem nao aceitaria ordens idiotas a não ser que seja compelido pelo medo ou pela ambição de se dar bem. Com ambos os seres maus e bons trabalhando com esse tipo de descaraleza. O diabo é educado e não entra sem ser convidado. Sinceramente nenhuma entidade pode me dar o que eu quero. Uma entidade me perguntou o que eu queria três vezes e eu pedi para ela fazer um teste. Ficar com o rego pra cima e colocar uma tonelada de ouro do meu lado e perguntar o que eu quero, chutar o rego dela ou destruir o ouro. Mas ela não me atendeu. RSSSSSSS. Ela correu da treta mano.

  25. Delanei Pereira Lins says:

    Gostaria de saber se os Exús e as Pombo-Giras, estão ligados aos 72 Daemons da Goécia?

  26. Delanei Pereira Lins says:

    Onde posso conseguir a relação dos 72 Daemons, suas virtudes , e seus Sêlos?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>