Satanismo e o Caminho da Mão Esquerda

Tendo acabado nossa primeira “série” de Posts, onde o objetivo foi “esclarecer os maiores mitos da Maçonaria e do Satanismo”, vamos subir um degrau e explorar, mais a fundo, as características centrais, tanto da Maçonaria como do Satanismo.

Ao final dessa “série” será apresentado outro Post sobre “Referências Bibliográficas”, para aprimorar o conhecimento do leitor que se interessar por uma pesquisa mais aprofundada.

Nesse Post, irei apresentar algo que é pouco compreendido pelos Satanistas: O Caminho da Mão Esquerda.

 

(…) Satanismo não é uma religião “white light”, é a religião da carne, do mundano, da matéria – tudo o que é regido por Satã, a personificação do caminho da mão esquerda.

(…) Torne forte através do fogo o cérebro do nosso amigo e companheiro, nosso confrade do caminho da mão esquerda.

LaVey faz algumas citações sobre o Caminho da Mão Esquerda, mas não nos dá qualquer explicação sobre o que isso seja.

Lembram que mencionei, no post Satanismo de LaVey, sobre as muitas lacunas que existem sobre o Ocultismo e que estão inseridos nas Obras de LaVey? Então, essa é uma delas e se trata de uma das mais importantes, já que, através da compreensão do “caminho” é possível entender a base que define toda a estrutura e as diretrizes da corrente de pensamento em questão.

Mas o que seria o Caminho da Mão Esquerda?

Bem, o Caminho da Mão Esquerda é o caminho da Razão, que está em oposição ao caminho da Emoção, que é o Caminho da Mão Direita.

Nele a lógica e o individualismo são o foco e cada um segue o seu caminho, particularmente, de forma solitária. Não existe a preocupação direta com o próximo. Ele segue a ideia de que, se cada um pudesse cuidar de si mesmo, ninguém precisaria pensar no próximo.

É o caminho que enxerga o aperfeiçoamento pessoal como um benefício ao mundo, afinal, quando você se dedica a algo construtivo se torna uma pessoa mais útil ao mundo.

Entender esse conceito é entender a base e a estrutura do Satanismo, que não é boa nem ruim. É apenas um dos caminhos que pode te levar ao processo de iluminação.

O dito “olho por olho e dente por dente” é uma ideologia muito comum aos adeptos desse Caminho. Não é regra, mas é assim que o Satanismo se desenvolveu.

Você responde em igual maneira à forma com que lhe tratam.

“Amar ao próximo” tem sido dito como a lei suprema, mas qual poder fez isso assim? Sobre que autoridade racional o evangelho do amor se abriga? Por que eu não deveria odiar os meus inimigos – se o meu amor por eles não tem lugar em sua misericórdia? (Bíblia Satânica)

A origem da expressão vem do Budismo, quando Buda diz que é possível atingir o Nirvana por dois caminhos, o “caminho da mão esquerda” e o “caminho da mão direita”. O único detalhe aqui é que ele considera o caminho da mão direita mais “correto” do que o da mão esquerda.

Nunca encontrei referências sobre quem foi o primeiro ocultista a adotar essa expressão, mas as obras mais antiga, da qual lembro ter visto esses termos, foram as de Eliphas Levi.

O Caminho da Mão Esquerda é também associado à Magia Negra e a Magia Sexual. No entanto, isso sempre gera um grande problema. Aliás, são os mesmos problemas que criam todos esses mitos e lendas acerca da Maçonaria e do Satanismo, que é a dificuldade que as pessoas tem em compreender conceitos.

Magia Negra

O que é a Magia Negra? Ela é o tipo de Magia que faz mau a alguém? Poderia ser essa a explicação?

Não, e as pessoas não deviam achar que isso faz sentido, afinal, é um tanto subjetivo fazer a avaliação sobre uma atitude ser verdadeiramente boa ou ruim (tanto para você como para a sociedade).

Os primeiros ocultistas definiram a diferença entre magia branca e negra baseada em princípios. Aquela magia que fosse feita de forma egoísta e egocêntrica (independente do propósito) seria aquela considerada Magia Negra, enquanto aquela que é feita com propósitos externos, visando o todo, seria a magia branca.

Ou seja, utilizar de artifícios metafísicos para ganhar alguma coisa, ou, para que alguém se prejudique, são atitudes que “estão no mesmo barco” – e é considerado Magia Negra.

A Magia Sexual está nesse processo pelo mesmo motivo. A Magia Sexual é feita para desenvolver os corpos espirituais por meio do fluxo de energia que corre entre o Masculino e o Feminino. Logo, ela também entra na conceituação de Mão Esquerda (e, para alguns, no conceito de Magia Negra).

Alguns podem estar se perguntando: “Então  é correto dizer que o Satanismo trabalha com Magia Negra?”

Sim, é correto, já que no Satanismo você emprega a sua Vontade para que o universo atraia aquilo que você considera bom para você. Mas tome cuidado para quem você vai dizer que “Satanismo é Magia Negra”.

Se coisas bem mais simples de se explicar – e de se entender – já se tornam “fantásticas” na “boca do povo”, imagine então uma afirmativa de impacto, como essa.

Além disso, Rituais feitos sozinho, geralmente tem a ver com o caminho da Mão Esquerda, da mesma forma que os procedimentos de meditação também – diferente do que acontece no caminho da Mão Direita.

O próximo Post – “A Maçonaria e o Caminho da Mão Direita” – irá explorar o outro lado da moeda.

Até lá…

 

Veja Também

Satanismo e o Caminho da Mão Esquerda
Maçonaria e o Caminho da Mão Direita
Maçonaria e Satanismo – O Caminho do Meio
“Maçonaria e Satanismo” no “Teoria da Conspiração”
This entry was posted in Satanismo. Bookmark the permalink.

59 Responses to Satanismo e o Caminho da Mão Esquerda

  1. Leonardo Andrade says:

    Caro amigo,

    Estou surpreso com os conceitos apresentados, só para começar, para mim, a magia (ou pensamentos) branca ou negra era definida pela intenção ao qual era destinada, se fosse para auxílio, proteção, cura, benção, iluminação, etc. Seria considerada magia “branca”.

    Todavia magias com cunho de matar, prejudicar, ferir, aprisionar, enfraquecer, destruir bens, atrapalhar os caminhos naturais de alguém (afastar, trazer, apaixonar), me eram consideradas magia negra.

    As magias de fortalecimento pessoal (como algumas meditações e o chikung) estariam em um campo neutro, pois dependeriam da intenção em se fortalecer (bater em alguém ou se proteger).

    Porém, da forma como é colocado em seu post, algumas destas magias independentemente da intenção ficam agrupadas em um mesmo tipo. A grande maioria das magias neste caso seriam tidas com magia negra, pois poucas as pessoas as fazem para o bem comum, estou certo?

    Até mesmo as pessoas que meditam, ou rezam estariam em certos momentos executando magia negra, pois estão “pedindo” ou “atraindo” energias que favorecem apenas a elas próprias como é o caso de alguém que reza para ganhar na loteria, por exemplo, sem pensar em quem poderia ajudar com isso e sim em que coisas poderia fazer ela mesma. (Ok será que ninguém fez isso?).

    Att.

    Leonardo

    • Douglas says:

      Existe outra forma de se conceituar a Magia Negra: toda Magia que fere o Livre Arbítrio de alguém.
      Nota-se que nessa abordagem não existe essa divisão entre “Bem” e “Mal”, pois esses conceitos dependem de uma série de arbitrariedades que dependem do meio, da cultura do povo em questão, “grau de evolução” geral de quem analisa e etc., ou seja, são conceitos muito fracos. E reforça ,algo que você já colocou em seu comentário: Uma pessoa que reza para alguém se converter para sua religião, mesmo achando que está fazendo o “Bem”, na verdade está executando uma forma de Magia Negra.

    • Leonardo, imagine a seguinte situação: você tem uma doença infecciosa (causada por uma bactéria), então você decide utilizar magia para se livrar da doença.
      Você quer se curar, portanto magia branca. (curar)
      Você quer matar a bactéria, portanto magia negra. (matar)
      Percebe como esse conceito não funciona? Ninguém faz o mal por fazer o mal. As ações sempre visão coisas boas, a questão é “coisas boas para quem?”

  2. Leonardo Andrade says:

    Quanto à magia sexual, não conheço nada sobre o assunto poderia explicar um pouco? Seria como a Tantra Yoga?

    Devo acrescentar na parte do texto que diz: “… da mesma forma que os procedimentos de meditação também…”. Algumas meditações trabalhariam conceitualmente também na “mão direita”, pois existem algumas meditações que trabalham as emoções da pessoa como meditações de aumento da força de vontade e energia pessoal, autoajuda, tranquilização e equilíbrio, etc. Estou correto em afirmar isto?

    Desde já agradeço pelos esclarecimentos, seu blog tem me ajuda muito a estudar e entender algumas de minhas dúvidas antigas sobre ocultimos, meta-física, paranormalidade e etc.

    Att.

    Leonardo

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Na verdade, a “Magia Sexual” pode ser encontrada dentro do Tantra Yoga, porém, não com esse nome. “Magia Sexual” é algo bem ocidental e a filosofia oriental do Tantra (que é um grande sistema) jamais isolaria esse “sexo sagrado” da forma como fazemos.

      A magia sexual tem vários aspectos, mas o objetivo é atingir energias superiores a partir do contato das energias masculinas com a energia feminina.

      Com relação a meditação, não seria isso. Tudo que você citou como: “algumas meditações que trabalham as emoções da pessoa como meditações de aumento da força de vontade e energia pessoal, autoajuda, tranquilização e equilíbrio”, são práticas da Mão Esquerda.

      É o que eu havia dito. Mesmo que o objetivo seja “bom” isso não muda o fato da atitude ter cunho pessoal e centrado na pessoa (e não no todo).

  3. Caibalion says:

    Conheço duas distinções para magia branca e negra. Numa primeira vertente, se o objetivo é interferir no livre arbítrio de outro ser humano, então é magia negra. A magia branca busca concretizar-se sem interferir diretamente no arbítrio alheio. Numa segunda vertente, a verdadeira magia (branca) busca engendrar o desenvolvimento espiritual do praticante. A falsa magia (negra ou profana) busca simples realização material, seja quem for o seu destinatário.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Essa “primeira vertente” é a definição de Eliphas Levi.

      A “segunda” é bem possível que algum autor tenha feito, em sua forma de entender a magia “branca e negra”. Na verdade, ela é até parecida com a que eu coloquei no texto (e que é anterior a Levi), sendo usadas por ocultistas como John Dee e Edward Kelly.

  4. kk says:

    Tenho dois questionamentos:

    1 – Magia sexual também não se enquadra na Direita, já que para haver maior sinergia é necessário reciprocidade e entrega ?

    2 – Apesar da metáfora poder sofrer várias perspectivas dualistas, luz e sombra ou, branco e preto ( sem se render a um maniqueísmo barato ) não poderia ser visto como a luz que se expande e distribui calor e vida ( o amor da ´´magia branca´´ ) e a sombra que retém para si o que está ao redor, como um buraco negro ? É uma forma bem visual de se ver a magia, mas faz um certo sentido.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      1. A “reciprocidade e a entrega” não são características que definem o Caminho da Mão Direita. A Magia Sexual ainda é feita para o desenvolvimento próprio – portanto, é o “caminho da mão esquerda”. O próximo Post vai lhe ajudar a entender melhor essa situação.

      2 – De fato, é uma forma “visual” de enxergar a questão.

  5. HiroNakamura says:

    O marcelo Delldebbio, dono do site ( http://www.deldebbio.com.br/ ) gostou dos seus textos e fez um convite para você escrever uma coluna lá.
    Ele pediu para entrar em contato caso tenha interesse:

    http://www.deldebbio.com.br/index.php/2011/12/09/a-maconaria-e-o-satanismo/

  6. Wellz says:

    Olá amigo,

    Finalmente encontrei um blog bom (através do TdC do Marcelo del Debbio) sobre Maçonaria e Satanismo, todos que eu encontrava vinham com aquelas teorias de religiosos fanáticos dizendo que a maçonaria era do “capeta”, confesso fui por muito tempo Satanista de revistinha e não tinha base nenhuma apenas ouvia umas músicas com uns gritos exagerados e me achava o detentor do poder do “encardido”, apenas quando meu pai (membro da AMORC) vendo como eu estava agindo resolveu me dar uns puxões de orelha eu resolvi pesquisar a sério sobre o assunto e foi um tapa na minha cara descobrir que tudo que eu seguia era na verdade apenas fruto da minha adolescência modista pra querer ser diferente dos outros.

    Além deste tapa a não muito tempo eu continuei meus estudos procurando saber o que era Hermetismo, Kabbalah, Satanismo de La Vey dai não foi bem um tapa mas uma tijolada na fuça (haha), hoje sei não por completo, porque ainda estudo.

    E por fim acabei aqui onde encontrei muita coisa sobre a Maçonaria e Satanismo o qual eu ainda tinha e tenho muitas dúvidas.
    Fica aqui meu agradecimento por ter criado este blog no qual sanou muitas das minhas dúvidas.

    Obrigado

  7. Helder Nishino says:

    Saudações

    Descobri hoje esse blog e não consegui parar de ler os posts. Devorei todos com entusiasmo por acho-los mto interesssantes. Despertando ainda mais minha inclinação para o ocultismo e, agora em especial, o satanismo. Ótimo trabalho!

    Compreendi um pouco melhor com este texto esse tal negócio de mão direita – esquerda. Nem sabia que eram oriundas do budismo. Aliás, onde precisamente estão registradas tais palavras de Buda? Fácil de encontrar? Gostaria de entender melhor…

    Outra pergunta: existe também um caminho do meio ou central? Ou talvez uma mescla dos dois? Possível trocar de caminho quando bem entender?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Os originais estão nos escritos dos Theravadas e acredito que sim, são muito difíceis de serem encontrados. No entanto, é possível ter acesso a isso pelos livros produzidos pelas instituições de renome no budismo (que são muito didáticas, por sinal) como a Bukkyo Dendô Kyokai.

      Achei curioso você perguntar isso, apesar de Buda ter falado sobre os Caminhos, o Budismo é, JUSTAMENTE, o Caminho do Meio. Não só ele é assim como ele também se define dessa forma. Até na Wikipedia você pode encontrar isso.

      Depois do Post “Maçonaria e o Caminho da Mão Direita”, haverá um post “Maçonaria e Satanismo – O Caminho do Meio”, onde você terá a resposta de sua pergunta.

      • Wanju Duli says:

        Olá,

        Excelente site. Sua postagem é muito esclarecedora.

        Gostaria de contribuir fornecendo o link com uma das referências que encontrei no Tripitaka, que menciona as expressões “Caminho da Mão Direita” e “Caminho da Mão Esquerda”:

        http://www.accesstoinsight.org/tipitaka/sn/sn22/sn22.084x.wlsh.html

        Muito sucesso para seu blog.

        • Sharles says:

          Olá, acho difícil que essa passagem se enquadre no contexto do post aqui. Na passagem diz que o caminho da mão direita é o caminho correto quando pelo que se sabe o caminho que Buda nos transmitiu é o do meio e não o da direito ou esquerda.

  8. Rafael says:

    Belo trabalho, Irmão, mesmo!

    Daonde saiu o Direito e o Esquerdo neste contexto mágico e esta relação de Razão e Emoção? Da Árvore da Vida?

    A respeito disto, um Irmão que conheço comenta sobre as características de sua Loja, como sendo “Lado Esquerdo”, no sentido de que os membros da Loja seriam muito espiritualizados, em oposição a outras Lojas onde a característica é mais “Racional”. Entendi que o lado esquerdo atribuído por ele está relacionado ao lado do coração.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Sim, é da Árvore da Vida. E quem faz essa relação, especificamente, com relação a Árvore da Vida, é o Ocultista Israel Regardie.

      A definição do Caminho da Mão Esquerda é exatamente essa que coloquei no Post. Veja se essa foi apenas uma impressão sua ou se isso realmente lhe foi passado dessa forma. A “espiritualização” não está diretamente ligada à um ou outro caminho. Tanto um caminho quanto o outro podem ter membros que sejam espiritualizados (como também podem não ser). Nesse caso em que você citou, por exemplo, tanto as lojas mais espiritualizadas como as demais citadas (que não são assim) podem ser tanto do caminho da mão direita como do caminho da mão esquerda.

      • Rafael says:

        Todo modo, o direito ou esquerdo é questionável, pois define-se esquerdo o lado da razão, o pilar esquerdo da árvore (passando por Binah, Geburah e Hod) para quem vê a árvore de frente. Se você se põe “no lugar da árvore”, tal pilar será o direito

        • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

          Esqueça a Árvore da Vida. As definições foram fundamentadas sendo Direita e Esquerda dessa forma.

          Se, algum dia, descobrirmos que a Árvore da Vida não é verdadeira, as definições de “Caminho da Mão Direita” e “Caminho da Mão Esquerda” não vão mudar por causa disso. Esses são apenas “nomes” dados para definir um Caminho, que tem como referência um símbolo sagrado (que é a Árvore).

  9. Felipe says:

    Parabéns pelo site!
    Conheci esses dias, li todos os posts (e comentários, pois também são muito úteis) e todos me foram muito esclarecedores. Estudo misticismo\ocultismo faz um tempo e é raro encontrarmos informações interessantes e com uma boa didática como a sua. Coisas como os caminhos (esquerda|meio|direita) sempre me foram meio turvas, e a sua forma de explicar me fez pensar melhor.

    Muito brigado.
    Grande abraço.

  10. Marcelo says:

    Você é maçom ? Me parece que é um gotera.

  11. Luciana says:

    Pelo visto o post do TDC do Marcelo Del Debbio lhe trouxe novos adeptos, como eu.
    Adoro e acompanho o blog do Teoria assim como passarei a acompanhar, à partir de agora, os seus. Achei interessante postar um assunto por vez, com referências no final de cada assunto. Sem deixar de mencionar os comentários!!! Ótimos!
    Toda iniciativa de ajuda e esclarecimento é válida.
    Seria errado falar:
    Dá sua Mão Direita (coletivo-emoção) para nossa Mão Esquerda (pessoal-razão)???
    Desejo que alcance suas expectativas e objetivos!
    Parabéns pelo Blog.

  12. filipe says:

    Caro amigo,
    também vi o site no TDC e achei muito interessante principalmente os post’s sobre a maçonaria pois já conhecia um pouco a respeito do satanismo de lavey e sempre tive curiosidade sobre a maçonaria.
    Mas tenho uma duvida. Você considera o caminho ensinado por Franz Bardon em ” O Caminho do Adepto” como magia negra já que uma grande parte dele trata de meditações e evolução espiritual do adepto???
    Grato

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Veja bem, eu não consideraria. A definição que coloquei em meu Post era anterior a Eliphas Levi. Eu a utilizei porque muitos autores ainda a usam e é importante que se entenda que nem toda a definição de Magia Negra é algo negativo. Se você entender a Magia Negra, segundo Levi, ela seria aquela que interfere na Vontade alheia. Nessa definição, apenas as atitudes egoístas que afetem a Vontade do próximo, seriam consideradas Magia Negra.

      Mas então (você deve estar se perguntando), como ficaria essa questão do Bardon?

      Simples. Ela seria considerada “Magia Cinza” (sim, essa definição existe).

      • Andrei says:

        Donald Kraig, autor de Modern Magick, define White Magick como toda atividade que tem o objetivo de chegar à conversação com o Sagrado Anjo Guardião, Black Magick como aquilo que objetiva controle ou dano sobre outros e Gray Magick tudo que está no meio. Gosto dessa definição.

        O site é muito bom. Embora não me atraia o caminho da mão esquerda.

        Parabéns.

  13. Júlio César says:

    Prezado…

    93!

    Parabéns pelo site, realmente muito legal.
    Só um acrescimo referente ao que se está rotulando de “magia negra” sob o ponto de vista thelemita:
    “Magia negra” é todo e qualquer ato mágico que não vise ao “Conhecimento e Conversação com o Santo Anjo Guardião”.
    Não sei até que ponto este termo já é familiar ao grande público, mas já que se falou em “Árvore da Vida” alguns tópicos atras, posso pressupor que saiba-se o que significa a “Consecussão de Thiphereth”.
    Se alguém não sabe é (grosso modo) a união mística com a Divindade Interior de cada um.

    Forte abraço!

    93,93/93

  14. Pedro says:

    Cara nao sei se você concorda comigo (ou se eu estou delirando), mais para mim a melhor definição de um cara da mao esquerda e o John Constantine. Você tem essa impressao tambem?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Plenamente. Ele é JUSTAMENTE um dos exemplos que cito no Post que sairá Segunda, porque os melhores exemplos que temos, do caminho da mão esquerda, são personagens dos quadrinhos – e como o Constantine virou filme, é um exemplo mais simples para todos.

  15. Pedro says:

    Obrigado pela resposta!
    E na minha opinião o arco Habitos Perigosos do Constantine é um resumo de tudo o que você falou!

  16. Mara Lucia says:

    Sou wiccana e sempre(até antes da Wicca) penso que nao existe magia negra nem branca…somente existe a pessoa que o faz.Se vc quer fazer qualquer uma delas,vc tem que pensar antes,e ver se isso prejudicara alguem ou vc mesmo…e pesar as consequencias
    Blessed Be

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Mas é exatamente isso, tem haver com a intenção. O ponto chave aqui é que existem “formas de magia” que não podem ser feitas se não por motivos egoístas, da mesma forma que existirão outras que não terão com ser feitas sem que o objetivo seja o bem do todo. E não é uma questão de existir, ou não, “magia branca e negra”. É tudo uma questão de definição.

      • Mara Lucia says:

        E,se pararmos para pensar,uma magia de auto-cura,é um motivo egoísta,pois é para si mesmo.E magias de cura,nao sao denominadas como “magias negras” .Pessoas sem informaçao alguma entendem tudo errado e acabam passando essa informaçao errada aos seus amigos,parentes,etc. E assim,constroi o preconceito.

        • Rodrigo says:

          Utilizando o exemplo da auto-cura e do “bem coletivo”, as coisas podem ser relativizadas de tal forma que fica impossível discernir magia negra da branca.

          Imagine que a cura da pessoa pode sim representar um bem coletivo (considerando a sociedade um sistema complexo e interdependente, um indivíduo doente influencia o sistema através de suas ligações com este).

          Ao mesmo tempo, a “cura” de uma pessoa também pode trazer efeitos maléficos ao coletivo ou a um subsistema da sociedade em questão.

          Da mesma forma que “bem coletivo” pode ser relativizado e por aí vai…

          • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

            Exatamente, meu caro…

            É exatamente isso que as pessoas precisam compreender. Depende do propósito. Ela é apenas uma Ferramenta. É o propósito ao qual ela é destinada que faz ela ser considerado “Magia Branca ou Negra”. Mas lhe garanto que vai ser quase impossível você achar um caso, como esse que você citou, como exemplo. E, digo mais…. Vai ser ainda mais difícil encontrar alguém que, diante dessa situação tenha essa capacidade de julgamento E a mesma capacidade de realizar essa “magia de cura”.

  17. Rafael says:

    Olá. Boa noite. Ótimo post, obrigado.

  18. Ian says:

    Eu sou da simples opinião, já comentada aqui, de que Magia Branca é toda aquela que visa construir, fazer algo de bom para alguém ou para si, e a Magia Negra é toda aquela que visa destruir, conseguir algo de bom pra si mesmo em detrimento de outrem, interferindo no livre arbítrio alheio – ataques psíquicos, por exemplo.

    Abraços!

  19. Kamila says:

    depois de ler seu post fiquei com uma grande dúvida:
    as magias de proteção (individuais) seriam da mão esquerda, e logo, negras?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssima Kamila,

      Na definição original da palavra sim, isso seria considerado “Magia Negra”. Mas, vão haver Ordens que vão considerar tais atitudes como “Magia Cinza”.

      A questão era só mostrar que “Magia Negra” não está, necessariamente, ligada à nossa ideia pré-concebida de “coisas boas” e “coisas ruins”.

      Mas hoje é complicado. Toda hora aparece alguém para dizer “eu entendo como Magia Negra aquela que faz o mau e etc etc…” – mas, enxergar dessa forma não faz mudar a concepção que essa expressão tinha quando surgiu.

  20. eu says:

    Magia é magia e em tudo que vemos,tocamos e pensamos há magia nisso tudo..É o fim que nem sempre justifica o meio!

    É por isso que sou mago

  21. Fabio C. says:

    Se uma pessoa deseja obter um bem material é considerado então magia negra pelo que eu entendi.
    Mas a magia negra é feita em sociedades secretas?

  22. Ab says:

    Acho o satanismo muito interessante, já li a biblia de lavey mas parece que tenho muito a aprender, o que você me recomenda?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Recomendo os demais livros de LaVey e os livros que seguem a Filosofia postada no Blog, como Nietzsche, Ayn Rand e etc…

  23. SERGIO.M says:

    já que falamos de La Vey, nada mais justo de atribuir a ele o conceito da “cor da magia”, vejamos a citação:

    “Magia branca e supostamente usada somente para o bem ou propósitos altruísticos e magia negra, como dissemos, e usada somente por egoísmo ou razoes diabólicas. Satanismo não desenha nenhuma linha divisória. Magica e magica, seja usada para ajudar ou embaraçar. O satanista, sendo um magico, teria a habilidade de decidir o que e justo e então aplicar os poderes da magica para alcançar suas metas.”

    sds

  24. josias zanco says:

    Eu sempre tentei correlacionar o Ser Humano, em seu Estado Físico e Psiquico com a dualidade e a unicidade para a pluralidade como todos num só Ser; uma só alma.
    Em se tratando de direita, meio, ou esquerda, tudo está em consonância com a neuroanatomia funcional. O cérebro funciona interagindo as várias funções de direita e esquerda. O que se sabe, sem dúvida nenhuma, é que a memória está localizada no lobo cerebral “frontal inferior esquerdo”, é “aqui” que se processa todos nossos aprendizados e informações conscientes e inconcientes recebidas.
    A parte cerebral responsável pela função motora é contra lateral. O hemisfério direito responde pelo esquerdo e o esquerdo pelo direito.

  25. Blackburne says:

    Olá

    tenho uma duvida sobre esse caminho,
    se nele nos importamos apenas consigo mesmo, e usamos e manipulamos o “próximo” para alcançar aquilo que se QUER, não vendo as pessoas como seus iguais, mas apenas como degraus para escalada de uma vitória, isso não geraria um karma negativo que obstruiria a evolução da pessoa?

    Eu penso que não, que as coisas conquistadas usando esse meio por si só já seria um karma positivo, equilibrando o karma negativo que contará no futuro da pessoa devido seus atos. Mas gostaria de ouvir a sua opinião.

    Lembrei-me da história de um imperador Taoísta que usava banho de sangue de crianças para rejuvenescer, isso é pura mão esquerda kkkkk’

    Grato,
    Paz profunda.

    • Blackburne says:

      será que alguem pode responder a minha pergunta?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Apesar de ser um caminho que realmente tem o próprio “eu” como foco, manipular e usar os outros como degraus não seria necessariamente uma “diretriz” da mão esquerda. No entanto, nada impede que alguém que siga o caminho da mão esquerda escolha agir dessa maneira.

  26. O HERMETISTA says:

    Gostaria de fazer outra pergunta: como o satanismo define o conceito de bem e mau? como forças opostas tais como positivo e negativo, etc…? ou como algo que é subjetivo, dependente do conceito que cada ser tem da realidade?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      É a segunda opção. Para o Satanismo não existe “bem e mau”. O motivo disso é que, para a doutrina Satanista, os conceitos variam de acordo com cada cultura e cada pensamento que foi determinante para a formação da mesma. Portanto, o pensamento que uma nação tem sobre algo ser moralmente aceito ou não pode ser bem diferente de uma outra nação devido aos valores culturais. Nesse caso, como definir qual é o certo?

      Além disso, se formos avaliar mais detalhadamente, veremos que na grande maioria das vezes a maior influência dos conceitos de “certo e errado” e de “bem e mau” de uma sociedade estão mais ligados ao que a religião predominante do país prega (ou pregava) do que qualquer outra coisa.

  27. Wilson says:

    O Bem e o mal são energias bem diferentes.
    Matar, violentar, enganar, mentir, estrupar, machucar, roubar, torturar, vicios e imoralidades são energias densas, impuras e negativas e quem pratica essas coisas vai criar para si mesma um Karma pesado e negativo.
    O mal gera o mal.
    Quem planta o mal vai colher sofrimentos, dores, dificuldades e ate doenças em futuras reencarnações.
    Quem planta o bem e as Virtudes vai colher coisas boas e positivas em reencarnações futuras.
    Exemplos.
    Violentar e estrupar uma mulher é algo bom ou mal???
    Roubar e matar uma pessoa é algo bom ou mal???
    O racismo contro os negros é algo bom ou mal???
    A corrupção politica é algo bom ou mal???
    Os Vicios é algo bom ou mal???
    Portanto, não podemos confundir coisas que são grande diferentes.
    Eu penso dessa forma, como que voce analisa essas questões???

  28. BOLODÓROS says:

    Se tiver um monte de mulher querendo fazer magia do sexo, eu gostaria de me apresentar a elas para praticar-mos. Deixe seu telefone.

    Brincadeira. Bem gostaria de fazer um comentário. Tome cuidado em dizer que magia negra tem a ver com satanismo. Essa frase é meio estranha. Como já disse só a palavra satanismo é impactante. Tem cara que tem medo de falar essa palavra. Eu falo que satanas é bom e veio para trazer paz e harmonia no trabalho e tem gente que se caga. RRSSSS.

  29. Chaos D.C says:

    Excelente matéria, apenas uma pequena observação, seguindo os parametros e observações aqui abordados, fica claro que toda e qualquer tipo de magia não está limitada ao seu conceito primordial assim dizendo, e sim ao uso que se faz da mesma, assim sendo, a magia se torna negra, cinza ou branca quando ” chega as mãos” do magista de acordo com seus propósitos e objetivos, a magia em sua essência, não tem “lado” ou “côr”, é como eu vejo.

  30. Anonymous says:

    Bom, acho isso uma coisa terrível, que tal procurarem Jesus, o único salvador, isso que vocês fazem se chama “Satanismo” e eu fico muito triste enquanto a isso, irei orar por vocês e deixarei aqui uma palavra que irá anular tudo de ruim postado por vocês: JESUS É O CAMINHO.

  31. Sharles says:

    Será que então budismo theravada se encaixa neste consceito de caminho de mão esquerda, digo, já que tem a titulo de Hinayana (Pequeno veiculo), ou seja, a prática do budismo que ameja inucamente a iluminação individual para se livrar do sofrimento, ao contrário da tradição Marayana (Grande veículo) que toma si a resposabilidade de atingir a iluminação própria para então levar outros a iluminação também?
    Acho tenho espirito naturalmente mais inclinado e vertentes de mão esquerda. Tenho até mesmo uma personadade um tanto draconiana e concordo fortemente o desenvolvimente individual traz melhor benefícios ao todo, digo, quando se delega a outros o trabalho de lever as partes ao esclarecimento é bem certo uma hora essa relação assumirar um aspecto de submissão, de imposição de um sobre o outro. Agora, se você buscar por si mesmo e se esforçar será indepente e estará sujeito a avaliação alheia e seus jugamentos morais etc. A meu modo de pensar ninguém pode te avaliar, nem mesmo você, pois sempre esta avaliação estará sujeita a contaminação por, conceitos, preconceitos inerentes aquele que julga. Já aquele é não necessita de avaliação, nem precisa se dizer e nem de que outros o digam. Ele apenas é, pois sua natureza já estará de tal forma. É como se fala no zen sobre realizar em si a natureza de buda ou no taoismo sobre está em equilibrio com o tao onde não há mais conflitos apenas o fluxo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>