Satanismo – Magia e Filosofia do Hermetismo

Após falarmos sobre a Cabala no Renascimento, falaremos sobre o aparecimento do Hermetismo e da sua importância na formação de um cenário místico-ocultista na história da humanidade.

O hermetismo se encontra na mesma “situação” da Cabala Hermética no sentido de muitos considerarem que este tenha surgido na época dos primeiros escritos da humanidade.

Eu sei que muitos terão uma opinião convicta de que o Hermetismo já existia há milênios, portanto, vamos pontuar o que é especulação e o que não é.

Sim, eu insisto que todas as teorias devam ser abordadas e estudadas. Geralmente sou o primeiro a fazer isso, para que todos possam entender no que se pautam essas teoria. Digo isso porque, aceitando que se tratam de teorias, cada um saberá que é necessário conhecer os fundamentos dessa teoria para ser capaz de avaliar a questão.

É possível afirmar que o Hermetismo não existia no Egito Antigo. No entanto, isso não impede que alguns princípios Herméticos possam ser encontrados nessa mesma época (e que alguém queira dizer que o Hermetismo já existia nessa época). Mas lembro que, o conhecimento relacionado aos “Mistérios Egípcios” não tem quase nenhuma ligação com o conteúdo daquele que vem a ser o Hermetismo.

O ponto é entender que o Hermetismo, em si, só foi fundamentado a partir da Idade Média (apesar do “Corpus Hermeticum”, em sua origem, ser bem anterior a ela).

É possível definir o Hermetismo?

Sim, mas essa definição costuma ser um pouco diferente do que aquela que muitas pessoas costumam ouvir sobre o Hermetismo.

O Hermetismo pode ser definido, amplamente, como os escritos que utilizam por base a figura de Hermes Trimegistus. No entanto, existem dois tipos distintos de Hermetismo. Um é chamado de “Hermetismo Erudito” e o outro de “Hermetismo Popular”. As propostas e o foco de cada um são bem distintos – apesar de, em alguns casos, compartilharem o mesmo material. Respectivamente, um é filosófico e o outro é ocultista.

Materiais Herméticos

Podemos definir como base para as doutrinas Herméticas, o “Corpus Hermeticum”, o “Caibalion”, a “Tábua de Esmeralda”, a obra “Theologia Platonica de Immortalitate Animorumos (de Marsílio Ficino) e os escritos de “Giordano Bruno”.

O Corpus Hermeticum é um conjunto de tratados que se desenvolveu entre os séculos I e III (D.C). Boa parte desses tratados vieram de uma transmissão oral (mas, não foram de vários milênios antes de Cristo).

Por muito tempo (até a metade do século XVI) se acreditou que esse material havia sido escrito em língua egípcia (em uma época mais antiga) e, posteriormente, traduzido para o grego. Hoje sabemos que isso não é verdade.

O conteúdo do Corpus Hermeticum tem por base as escolas de pensamento gregas. Nesses tratados vemos muito pouca coisa que poderia ser diretamente associado a Magia ou Ocultismo. Da mesma forma que não encontramos nenhuma relação direta com nada que tenha relação com os Mistérios Egípcios. Em contrapartida, encontramos muito do pensamento filosófico grego como o platonismo e a teologia dos estoicos. Além disso, seus vários tratados podem ser divididos em alguns grupos, como os Filosóficos, Dualistas, Gnósticos e Místicos.

Essas são informações que nos mostram que de egípcio o Corpus Hermeticum só tem a ambientação e que não só os Tratados do Corpus Hermeticum não são da época do Antigo Egito como sua filosofia também não é.

Os tratados Herméticos eram em quantidade muito maior do que o que temos acesso hoje em dia. Sabemos disso devido a alguns fragmentos de textos que foram conservados e, por existirem tratados (que não tivemos acesso) sendo citados em obras de outros autores.

O Hermetismo só veio a ganhar a devida importância no Século XV, quando Cósimo de Médici (um dos homens mais ricos da Europa) designou um monge para encontrar manuscritos antigos.

Esse monge encontrou um Manuscrito do Corpus Hermeticum (os Tratados do I ao XIV) na Macedônia. Esse material, posteriormente, foi entregue a Marsílio Ficino para que este pudesse traduzir do Grego para o Latim. A tradução teve fim em 1463 e a primeira edição foi publicada em 1471.

O Corpus Hermeticum sempre teve tratados, mas foi a partir dessa época que passou a ser dividido em Capítulos.

Com relação ao Caibailion, que é outro dos materiais mais conhecidos do Hermetismo, podemos dizer que, juntamente com os escritos da Tábua da Esmeralda, ele é um material mais voltado para o Hermetismo Popular (ou seja, para o universo magístico).

Ele foi publicado pela primeira vez em 1908, existindo algumas teorias sobre seu surgimento.

Uma delas afirma que ele foi sendo transmitido por tradição oral, século após século. Outra delas diz que foi escrito por três iniciados que afirmam ser essa a essência dos ensinamentos de Hermes.

Por fim, existe a hipótese de que tenha sido escrito por William Walker Atkinson, que foi um dos primeiros a iniciar este movimento da “Lei da Atração” (obviamente, bem diferente de abordagens como a de “O Segredo”).

O Caibalion (misticamente falando) contém sete grandes princípios das leis universais. São eles:

I- O Princípio do Mentalismo
II- O Princípio da Correspondência
III- O Princípio da Vibração
IV- O Princípio da Polaridade
V- O Princípio do Ritmo
VI- O Princípio da Causa e Efeito
VII- O princípio do Gênero

No caso do Caibalion, é fácil sustentar uma possível tradição oral, já que esses princípios realmente são encontrados em diversas obras magísticas durante os séculos.

Já os escritos da Tábua de Esmeralda, apareceram por volta do século VII. Entretanto, ela mesma nunca chegou a aparecer, sendo então encarada como lenda. Como já era de se esperar, seus escritos são atribuídos a Hermes, mas não há nada concreto que possa realmente sustentar isso. No entanto, o que importa aqui é que esses escritos apareceram nessa época, apesar de não ser possível dizer, com precisão, quem foi que os escreveu (e qual foi a sua base para tal).

Tais dizeres são axiomas que se tornaram base para várias correntes iniciáticas e ocultistas, tomando aqui, como definição de ocultismo, “o estudo dos efeitos metafísicos no plano físico”, ou como você queira entender isso – lembrando que ocultismo sempre foi algo de cunho “prático”.

Existe diferença de traduções, dependendo de qual “versão” da Tábua de Esmeralda foi utilizada. A que apresento, logo abaixo, é do século XII (mas não sei dizer se ela é a mais utilizada – e nem se existe, de fato, uma que seja mais utilizada).

I – É verdade, certo e muito verdadeiro;

II – O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo, para realizar os milagres de uma única coisa;

III – E assim como todas as coisas vieram do Um, assim todas as coisas são únicas, por adaptação;

IV – O Sol é o pai, a Lua é a mãe, o vento o embalou em seu ventre, a Terra é sua alma;

V – O Pai de toda Telesma do mundo está nisto;

VI – Seu poder é pleno, se é convertido em Terra;

VII – Separarás a Terra do Fogo, o sutil do denso, suavemente e com grande perícia;

VIII – Sobe da Terra para o Céu e desce novamente à Terra, recolhendo a força das coisas superiores e inferiores;

IX – Desse modo obterás a glória do mundo;

X – E se afastarão de ti todas as trevas;

XI – Nisso consiste o verdadeiro poder: Vencerás todas as coisas sutis e penetrarás em tudo o que é sólido;

XII – Assim o mundo foi criado;

XIII – Esta é a fonte das admiráveis adaptações aqui indicadas;

XIV – Por esta razão fui chamado de Hermes Trismegistos, pois possuo as três partes da filosofia universal;

XV – O que eu disse sobre a Obra Solar está completo;

A “Theologia Platonica de Immortalitate Animorum” também é um marco para o Hermetismo por ser uma obra que concilia o platonismo com o cristianismo, através de uma suposta tradição que teria sido iniciada por Hermes Trimegistus e que foi sendo transmitida até Platão.

É nessa obra (1491) que o Hermetismo pode ser visto com um olhar mais próximo da visão ocultista que temos do Hermetismo, já que isso não acontecia no Corpus Hermeticum (que foi traduzido por ele).

Não é possível dizer ao certo qual foi a motivação de Marsílio ao apresentar um hermetismo com essa concepção (já que, como já foi dito, o Corpus Hermeticum não tem esse propósito).

Um provável motivo é que ele tenha tido contato com os escritos da Tábua de Esmeralda e tenha passado a encarar algumas rápidas passagens do Corpus Hermeticum de forma magística. A partir daí, ele teria desenvolvido essa concepção.

Pouco depois, tivemos também Giordano Bruno, um homem sensacional que, em minha opinião, não é tratado (pelos filósofos e ocultistas) com o valor que merece.

Ele chegou a ter a sua própria sociedade secreta, a Giordanisti, que tratava de assuntos ligados a existência do homem e do universo. Giordano costuma ser mais citado (com relação ao Hermetismo) do que o próprio Marsílio Ficino. Isso é facilmente compreensível se pensarmos que, como as ideias de Marsílio já tinham sido desenvolvidas, foi mais fácil apresentar uma filosofia-ocultista naquela época.

O mais importante de sua filosofia foi apresentar novos fundamentos para uma novo (e possível) entendimento místico da época. Suas obras podem ser utilizadas em ambos os caminhos do Hermetismo.

Existem ainda outras obras posteriores que podem ser apresentadas como “leitura hermética”, no entanto, eu não as colocaria como parte dessa “leitura essencial”.

Importância para a Época

O Hermetismo teve seu desenvolvimento a partir do Renascimento porque essa foi uma época que se caracterizava pela busca de um “conhecimento da antiguidade”.

Hoje se sabe que, nessa época, por volta do século XVI, o misticismo hermético (incluindo aqui a Cabala Hermética) teve um papel muito importante, pois foi a partir dele que uma forte visão ocultista foi inserida na Europa e passou a influenciar diversos outros movimentos (incluindo aqui a Maçonaria) no século XVIII. Tal movimento é conhecido hoje como a “Terceira Força”.

Esse foi um século decisivo para esse despertar porque, com o Protestantismo e o Anglicanismo, a Igreja já começava a perder o seu poder na Europa e, por mais que pessoas ainda fossem para a fogueira, o cenário já era bem diferente do que aquele do início da Idade Média Baixa.

Se tivemos uma época iluminista, com uma Europa cheia de questões ocultistas, foi devido ao século XV e XVI terem sido bem proveitosos nesse sentido. O Renascimento e o Humanismo se encerravam tendo todas as bases necessárias para que surgissem, nos séculos vindouros, todos os novos movimentos iniciáticos da história.

Por fim, tendo chegado até aqui, já podemos, a partir do próximo Post da categoria Satanismo, começar a falar sobre a Inquisição…

 

Veja Também

Maçonaria, Inquisição e a Igreja Católica
Maçonaria – Jesus e a Raiz do Cristianismo
Maçonaria – Filosofia do Cristianismo Primitivo
Maçonaria – O Imperador Constantino
Maçonaria – A Igreja e os Templários
Satanismo e a Heresia
Satanismo – Santo Agostinho e a Inquisição
Satanismo – Carlos Magno e a “Unidade” Cristã
Satanismo – Cabala no Renascimento
Satanismo – Magia e Filosofia do Hermetismo
This entry was posted in Satanismo. Bookmark the permalink.

60 Responses to Satanismo – Magia e Filosofia do Hermetismo

  1. Debora says:

    Parabens pelo blog, admin. Um dos melhores blogs da net :P

    • Guardiao da Fé says:

      MElhor só se for pra te levar pro caminho do satanas tinhoso ele tenta as pessoas prometendo magia e as pessoas não vê q isso é perde a alma.

      • LH says:

        Meu Deus, a pessoa (genericamente, é claro) é tão bitolada, está acostumada a ler apenas o que os pregadores mandam, aliás, na grande maioria das vezes nem leêm, apenas ouvem o que lhes é “enfiado” ouvido a dentro, e esquecem de alguns ensinamentos bíblicos… “Examinai tudo, retende o bem” (1 Tessalonissenses 5:21) e o principal que eles esquecem, mas que a maioria dos bitolados fazem a torto e direito: Deus perdou e o Diabo acusa, ou seja, o adversário acusa… e ele é uma força negativa que vive em nós, enfim, os mega religiosos, infelizmente, desconhecem a própria religião!
        TFA

  2. Rafhael Guimarães says:

    “Show de bola”

    Parabéns!

    TFA

  3. Gil says:

    Uma vez eu comecei a ler o Corpus Hermeticum mas parei por ter achado bem diferente do que eu estava esperando. Agora eu entendi o problema. O engraçado é que foi um Irmão da AMORC que me recomendou quando eu pedi um livro que contasse a história da magia, mas acho que ele não deve ter lido o livro e nem devia saber disso.

    • Guardiao da Fé says:

      E a bíblia vc já esperimentou ler? Segue esse caminho tem fim e agente sabe qual é.

      • Neófito 78 says:

        Cara, como você é chato ! Se não gosta do site, não entre nele !
        E vá estudar português, pois “a gente” se escreve separado…”agente”, só se for secreto.

  4. Felipe Lima" says:

    Tio, excelente trabalho até aqui. Meu Capítulo é muito interessado nas questões esotéricas e vou levar esse texto para poder dividir com os irmãos. Já levei o artigo de Cabala e muitos outros, e todos semp-re tiveram muita aceitação. Que o Pai Celestial continue sempre guiando o seu trabalho.

    • Leonar Pietro Biasi says:

      Irmão, assista o fime Joshua e verá que a essencia da pregação de Jesus é o amor e não o temor. N verdade, quem é Deus? Vc nao possui ideias proprias , só usa as que ja estao na biblia, seu ladrõ de ideias kkkk abraços e ue Deus o abençoe e veja o filme (Joshua- tem no youtube) ´so procurar

  5. Guardiao da Fé says:

    Vcs acha q se brinca com DEus mas com Deus não se brinca não adora esses outros deuses animal já foi alertado por moisés e vcs acha q não mas Jesus é o único caminho, verdade e a vida e sem ele vcs vão viver beijando os pés do satanás que tá sempre procurando servos populares cega os olhos da verdadeira fé kkkkkkkk vcs não faze ideia do q espera por vcs kkkkkk arrependam antes do juizo q depois nao tem mais volta.

    • Neófito 78 says:

      Manda seu teclado para consertar, esse que você usa está com a vírgula quebrada…

    • raph says:

      2 perguntas:

      1- Ao chegar no Céu, os justos não sofreriam por saber que muitos de seus irmãos irão arder eternamente num Lago de Enxofre?

      2- É justiça de Deus condenar um ser a ser mal, sempre mal, por toda a eternidade? E, em sendo obrigatoriamente mal, não seria o Diabo antes um mero fantoche de Deus?

      • Jesus é o caminho says:

        1º- quem chegar no Céu não sofrerá ao saber que muitos de seus irmãos estarão ardendo no “lago do enxofre” pq a única preocupação será adorar à Deus e usufruir das suas inesgotáveis maravilhas.

        2º- Deus não condena ninguém a ser mal, Ele permitiu que escolhêssemos o nosso próprio caminho, vendo Ele que não estávamos fazendo o que era reto perante Ele, nos enviou Jesus, para que através d’Ele os nosso pecados fossem perdoados, ou seja, nós pecadores por mais que pequemos (e não é pouco) crermos em Jesus e nos arrependermos e seguir no caminho… a bíblia fala que JESUS e somente Ele é o caminho que nos conduz até Deus, e embora eu respeite sua opnião sou obrigado a discordar, ninguém tem mais poder e autoridade que DEUS, e somente à Ele deve ser dado a honra e a glória, tenho ctz que vc terá a oportunidade de conhecer o maravilhoso Deus a quem eu sirvo. Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. Rm 14;11

      • Jesus é o caminho says:

        e te deixo uma pergunta:

        Quando vc chegar ao “lago do enxofre não sofreria sabendo que muitos de seus irmãos estarão no Céu? oO
        Deus te abênçoe e te dê sabedoria.

    • LH says:

      “Vcs não faze ideia do q espera por vcs kkkkk” [sic]… uau, a risada final denota bem o amor pregado por Cristo (estou sendo irônico), mas seria cômico, se não fosse trágico, a culpa não desse que se intitula o “Guardião da Fé”, ele é apenas o retrato do religioso atual, que tem como inimigo tudo e todos que pensam diferente, aliás, que simplesmente pensam… mas continuemos que os posts estão cada vez mais interessantes e esclarecedores, são para mim um pontapé para que eu busque em outras fontes e aumente exponencialmente o meu conhecimento… vou chover no molhado, contudo, Admin. você está de parabéns meu Am.’. Ir.’.
      T.’.F.’.A.’.

    • Gustavo says:

      Vai procurar saber a história da tua religião e as raízes das tuas crenças. Depois que você ler você vai parar de encher o saco. Enquanto isso, veja o que está escrito na Bíblia (suponho que você leia de vez em quando):Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito em vossa Lei: Eu disse: Sois deuses? (João 10:34)
      Então, irmão, fica com as palavras daquele que tu adoras e para de ver o diabo em todo canto.

  6. Pharaoh says:

    Bom, li todos os seus post e não comentei nenhum deles e justo no post acima tive que manifestar um comentário, A Civilização que é conhecida como pós Invasão Dórica, a GRÉCIA bebeu muito da cultura Ritualística e inclusive Criou-se Deuses Iguais, mas com nomenclaturas diferentes e antropomorfismo com “a cara” dos Gregos… Muito foi sugado dos Egípcios, cultural e tecnologicamente. O Egito é um dos berços da Civilização, juntamente com os Sumérios e outros… O “Hermetismo” já existia em tal época, mas, com o tal “Nome Diferente” Digamos que os Gregos faziam uma espécie de “Plágio” para tudo, plágio mascarado por algumas pequenas alterações para não ficar tão “Na Cara”. A Verdade é que já se praticava o ENTRE ASPAS “Hermetismo” ENTRE ASPAS no Antigo Egito. E a Kabbalah que é tida como nascida na época Judaico-Cristã?? Todos os preceitos e sistemáticas já existiam também em Kemet(Terra Negra) Antigo Egito.
    Há muitos séculos que nada se cria, apenas se copia.
    HOJE EU DISCORDEI DE VOCÊ!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Infelizmente, a informação de que já existia um “Hermetismo” (ou qualquer tipo de preceitos semelhantes), no Egito, é LENDA. Esse tal “nome diferente” pode ser qualquer nome pois esses fundamentos não são encontrados lá.

      Os axiomas, como os do Caibalion e da Tabua de Esmeralda, podem sim ser encontrados (como eu já disse no texto), já que se tratam de preceitos universais e facilmente adaptáveis. No entanto, a base do Hermetismo Erudito (o Corpus Hermeticum) não pode e todo o material que afirma que sim está ignorando os verdadeiros estudos acerca dessa Obra. Richard Reitzenstein iniciou um excelente trabalho de estudo dessa obra, há pouco mais de 100 anos, e ele tem sido base para todos os que vieram depois dele, sendo indiscutível a ideia de que estas diretrizes da obra não tem qualquer relação com o Egito (além do local onde se passa a história contada, é claro).

      Infelizmente, meu caro, esse é o tipo de coisa que precisamos avaliar com cuidado. O que mais temos hoje, em diversos livros por aí, são tais afirmações sendo feitas sem que existam bases para sustentar essas ideias. Se você buscar as fontes primárias, das obras que você consultou para chegar a essas conclusões, você mesmo verá que elas não se sustentam. Ou, você mesmo pode tentar encontrar em qual das “escolas” egípcias se encontram tais diretrizes. Você verá que isso não é possível.

    • Rev.Breno says:

      Caro Pharaoh,
      1- Historicamente os Gregos foram influenciados pelos Babilonicos e não pelos egípcios. E só podemos nos assegurar que esta influencia fora mais matemática do que outro assunto
      2- Alexandre, o Grande e a Biblioteca de Alexandria tinha mais tratados neo platonicos que da teurgia egípicia
      3- A Dinastia Ptololomaica era totalmente helênica e houve um certo sincretiso de cima para baixo
      ou seja, pode até ser que há uma influencia direta mas é mais provavel que os Gregos tenham influenciado os Egípicios do que o contrário

      No Renascimento há uma união de pensadores herméticos, neoplatonico e cabalistas na peninsula itálica, mas demorou muito essa confluencia e nem todo mundo concordava. Um grumório que muita gente esquece e que fora muito importante na época era o Picatrix que é completamente neoplatonico e pouco hermético e nada cabalista. E esse era um texto dos grupos neoplatônicos
      Pico, Azaria de Rossi, Yokhannan Alemanno vieram bem depois.

  7. Pharaoh says:

    Mas, quero deixar claro que acho seu blog fantástico e esclarecedor, espero que o mesmo continue tirando homens das trevas e os trazendo para a luz!

    Que você seja sempre Bom, Justo e Agradável!

  8. Gabriel P. says:

    Olá Admin!

    Parabens! O que eu mais gosto na sua linha de raciocinio é separar joio do trigo. Trabalhar com os fatos é muito mais inteligente do que entrar em suposições e alimentar todo o seu raciocinio em algo que não tem provas. Um belo exemplo é Jesus. Dizem até hoje que Jesus era essênio, e com isso já fizeram a famosa bagunça toda de misticismo e etc. Porem, todas as provas que propria biblia nos dá é de que Jesus era Fariseo! http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/01/yeshua-jesus-era-fariseu.html

    Acredito que para um melhor entendimento do assunto é importantissimo trabalhar com o que a historia realmente nos mostra do que ficar batendo na tecla que hermetismo/cabala são conhecimentos milenares devido as coincidências historicas e etc.

    Pois ai chega um dia que um fato novo aparece, e cai por terra tudo aquilo que você “sabia do assunto”.

    Abraços!

    • LH says:

      Embora o mundo associou os fariseus a hipocrisias e tudo que seja negro, mas desconhece que no tempo de Jesus, havia dois tipo de fariseus, os que vinham da escola de Shammai e os que vinham da escola de Hillel.
      Jesus era considerado Rabino e esse título só recebe quem era Fariseu, pois Jesus foi aluno e se tornou mestre pela escola de Hillel.
      TFA

      • Hafiz Ben David says:

        Jesus era fariseu e não recebeu uma ordenação rabínica formal – nem por Shamai, nem por Hilel – ele era essênio.Mas não gosto de discutir quem foi isso ou aquilo: apenas a essência de sua mensagem já é o bastante pra mim!

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Agradeço o elogio. Realmente é muito importante separar o joio do trigo, mas nem sempre eu vejo como um problema o desenvolvimento de uma ideia a partir de uma teoria. O problema se dá quando se aceita a teoria como verdade absoluta e se fecha os olhos para os fatos, quando eles aparecem.

      O mais importante é que seja dito quando algo se trata de “fato” e quando se trata de “teoria”. Muitos fatos só surgem depois de aparecerem muitas teorias.

  9. Paulo Ricardo says:

    Amado Irmão,

    Creio que esse atual Post, somado ao anterior, sobre Cabala, já valeram mais para o ocultismo do que muitos sites que temos por aí, que falam muito mais não dizem nada. Hoje consigo enxergar como é importante conhecer o desenvolvimento desse pensamento ocultista nessa época, já que também não é difícil encontrarmos pessoas que relacionam a maçonaria com o mundo antigo utilizando das referências ocultistas que alguns autores colocam na Ordem, quando, na verdade, devemos entender que o desenvolvimento do ocultismo que influenciou a Europa, posteriormente, vem dessa época, e não da antiguidade.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Elogio de amigo é como elogio de mãe – além de exagerado, não conta. Mas admito que esses dois Posts deram um resultado bem maior do que eu imaginava.

  10. Vivean Pietro says:

    Ótima apresentação, ótimo post, ótimo blog. Que você continue com esse trabalho de esclarecimento das pessoas, onde muitos são interessados mas acabam não conseguindo se dedicar o tempo que gostariam.

  11. raph says:

    A verdade é que pouco importa se o Hermetismo é Egípcio, ou Grego, ou Mesopotâmico, etc, o importante é o que os mensageiros orientam: pouse suave!

    Giordano Bruno e o Hermetismo foram também decisivos na história da ciência moderna. Recomendo este artigo que traduzi do inglês:
    http://textosparareflexao.blogspot.com/2012/10/o-dia-em-que-terra-parou-parte-1.html

    Abs
    raph

  12. Marco says:

    Por favor,

    Responda, como você citou em textos anteriores, nos diga:

    ONDE podemos encontrar algo sobre CABALA MAÇÔNICA, citada por você?

    Em que Rito ela é estudada, que no caso não existe ainda no Brasil. ?

    TFA

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Na verdade, o Rito já está em funcionamento no Brasil, mas, só sei de uma Loja que pratica os Graus Simbólicos. O Rito em questão é o “Rito Escocês Retificado”.

      Ela não é estudada no Rito. O que acontece é que é possível encontrar “fórmulas cabalísticas” em passagens do Rito (obviamente, isso depende de interpretação). O Rito foi feito por “Jean Baptiste de Willermoz” (que é bem conhecido no meio Ocultista e Martinista) e o melhor conteúdo a ser estudado quanto a isso são as obras Martinistas que tratam do pensamento do Willermoz.

      • Marco says:

        Putz…

        Como você demorou responder esse comentário e havia respondido a outros, achei que tivesse desistido.

        Na verdade existem mais lojas trabalhando no RER aqui no Brasil.

        Você disse que ela é estudada neste rito e agora diz que não é, aí disse apenas passagens, “fórmulas”, e que dependem de interpretação… Essa é a “cabala maçônica” !?

        O Del Debbio pude analisar isso, ele também conhece bem o RER.

        Obrigado!

        TFA

        • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

          Caríssimo, eu não sei se você não leu o Post direito ou se simplesmente não entendeu nada do que foi dito…

          Até agora, por exemplo, eu NÃO FAÇO IDEIA de onde você tirou que eu disse que “ela é estudada neste rito“. Isso veio da sua cabeça e não está dito em lugar algum.

          Além do mais, DESDE O COMEÇO, eu disse que se tratavam de “fórmulas”. Vou copiar aqui o ÚNICO PARÁGRAFO em que eu citei isso:

          “A Cabala Hermética, a Cabala Cristã, a Cabala Maçônica (sim, ela existe e está contida em um Rito Maçônico que ainda não funciona no Brasil) e etc, são consideradas como tal por terem as “fórmulas Cabalísticas” aplicadas a esses universos particulares.”

          Eu acho curioso como isso é comum aqui. As pessoas leem o que elas querem e depois parece que sou eu o responsável por elas ACHAREM que eu disse uma coisa que não está escrita em lugar algum… Se o Irmão tivesse LIDO o texto eu não precisaria estar respondendo nada disso (e nem você teria feito esses comentários)…

  13. João Felipe Azeredo says:

    Que venha a Inquisição!

  14. Max Mussel says:

    Amados Irs.’.

    Não sei a qual Obediência vocês pertencem mas achei o trabalho brilhante até o momento. Se entendi bem a proposta é esclarecer o que é Maçonaria e o que é Satanismo para que a Ordem não seja considerada satânica e para que o Satanismo seja conhecido pelo que ele realmente é e não pelo que os outros pensam que é.

    Dentre todo o trabalho gostaria de parabenizar os textos que falam sobre a Igreja. Saber como ela se desenvolveu é de máxima importância para entendermos os conflitos que ocorreram depois. Parabéns pela iniciativa do trabalho.

    “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união”

    T.’.F.’.A.’.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      De fato, a proposta é essa mesmo. No mais, esse Blog é escrito por uma única pessoa – e não por um Grupo.

  15. Thais says:

    Gostei muito, é inegável que se trata de uma abordagem bem diferente dos sites esotéricos. Mesmo sendo um tema esotérico foi colocado de uma maneira bem esclarecedora.

  16. Flávio Vargas says:

    Prezados;

    Venho por meio desse, me posicionar em relacão aos posts, antes de mais nada, elogiar ao trabalho esse que foi bem esclarecedor, para aqueles que é claro, como o dito popular meia palavra basta, enfim o que falam sobre a Maconaria, ou que deixam de falar não vem ao caso, faco uma ressalva, de que a Instituicão é formada por inúmeros religiosos e crentes em DEUS, e muitos confundem com satanismo, pelo simples fato de ser fechado, quem disse que existe um pré requisito para tal acão tenha que ser aberta ou fechada, outra é que, é a maior ou senão uma das maiores entidades filantrópicas existentes hj no mundo.

  17. Luis Marcelo says:

    Muito bonita a simbologia utilizada na tábua esmeralda hermética ,em meio ao obscurantismo fanático religioso, sublimemente se destaca como forma-pensamento plausível dada sua extrema simplicidade.Maldita inquisição e malditos inquisitores,se existe um inferno com certeza este coube a eles,viva a liberdade,viva a vida!!!

  18. giorgia f g says:

    Análise muito sóbria dos fatos. Parabéns.
    Interessante que você não cai no erro de fantasiar as coisas: muitas correntes religiosas e seitas tem essa insistência em se dizerem heredeiros direto dos egípcios, dos templários, ou de alguma religião ancestral, reinventando seus símbolos e rituais mas colocando-os como a cópia exata do original.
    Respeito a Maçonaria pela sua busca de esclarecimento frente a superstição e o obscurantismo, e pelo seu envolvimento em Revoluções necessárias para quebrar estruturas políticas arcaicas. Ainda assim, sou contra o exagero de quem pensa que os maçons são os únicos responsáveis por esses movimentos, ou que estão organizando forças para dominar o mundo.

  19. erik says:

    satan é o cara e ja era!!!!!!!!!
    Salve Cernnunos.

  20. Araújo says:

    Meus queridos: Eu acredito que o diabo não existe, é obra criada pra amedrontar as mentes fracas, prova disso é como o diabo, satãn, seja lá quantos diabos forem, estas entidades metafóricas são amplamente usadas e exploradas pelas religiões, principalmente os cristãos, afinal: O que seria do cristianismo se não existisse a invenção do Diabo, penso e tenho certeza sem qualquer resquício de dúvida que se o diabo existisse merecia uma medalha de honra ao mérito por parte dos religiosos, pois é a figura do diabo, ou satanás que mantem as igrejas lotadas de fiéis estúpidos, ignorantes e preconceituosos, e fanáticos, é o diabo a personalidade mais importante nas igrejas, como os trambiqueiros,(lobos devoradores de ovelhinhas)arrebanhariam tanta gente inculta para seus templos?

    Senhores, não se enganem, se o inferno existisse não ficaria nem um pentecostal de fora.

    Gente; o diabo é uma invenção de um malandro pra amedrontar gente que não sabe ler, ou que não estuda.

    Abra o ôlho…..

  21. Araújo says:

    Amigos: Se o inferno existisse e pra ir para o céu eu terei que ficar igual a este “Jesus é o Caminho” que postou comentários la no inicio, eu certamente prefiro ir de asa aberta, e com uma pedra de 50 kilos no pescoço pros quintos dos infernos, e prefiro; antes ser queimado do que morrer na ignorância do fanatismo religioso.

    Religião é uma desgraça quando mal interpretada, religião deve ser estritamente particular, nada causou tanto mal e aflição para a humanidade do que as religiões.

    Abra o ôlho…

  22. Araújo says:

    Senhores, desculpe me por fugir um pouco ao tema principal em questão, quero esclarecer que meus post são resposta a aqueles fanáticos que entram para forçar os outros a entrarem em um paraíso que os mesmos desconhecem.

    Quem não sabe o que diz; devia ficar calado

    Parabéns pelo conteúdo inteligente do site…

  23. Maurício says:

    Tenho achado muito interessantes e esclarecedoras as matérias publicadas neste blog. Parabéns! Infelizmente alguns encontram-se tão condicionados e doutrinados por dogmas religiosos que desperdiçam a oportunidade de enriquecer seu conhecimento e vociferam os mais ridículos comentários. O pior é que demonstram um prazer doentio ao imprecarem suas proféticas maldições sobre nós, infiéis, algo que vai diametralmente oposto ao ensinamento de amor e misericórdia pregado pelo cristianismo em geral.

  24. silver price says:

    Os escritos mais importantes atribuídos a Hermes são a Tábua de Esmeralda e os textos do Corpus Hermeticum . Estas crenças tiveram influência na sabedoria oculta europeia , desde a Renascença , quando foram reavivadas por figuras como Giordano Bruno e Marsilio Ficino . A magia hermética passou por um renascimento no século XIX na Europa Ocidental, onde foi praticada por nomes como os envolvidos na Ordem Hermética do Amanhecer Dourado e Eliphas Levi . No século XX foi estudada por Franz Bardon , entre outros.

  25. Luiz Roberto says:

    Se não existe nenhum documento ou referência sobre o hermetismo ser milenar, por que tanta gente pensa isso?

  26. wilson says:

    Nem sempre eu consigo manter uma conduta moral elevada em minha vida, as dificuldades materias e financeiras da vida atrapalham muito o nosso crecimento moral.A vida no mundo terra é de lutas e dificuldades, temos que lutar sempre, muitas vezes eu fico triste, vazio e sem animo, parece que um vento frio toma conta da nossa alma. É por isso, que eu procuro estudar assuntos espirituais e digitar um pequeno resumo dos meus estudos, sou um cara normal, que tenta se espiritualizar, nesse mundo cheio de problemas, vicios, maldades, falsidades,crimes, problemas financeiros etc. Falar na Virtude é facil, praticar as Virtudes é complicado, temos que ser fortes, temos que dominar as influencias negativas da Materia, nós somos Espiritos em Evolução nesse mundo atrasado, temos que buscar nosso Aprimoramento Moral e Intelectual, sem isso ficaremos travados. O sofrimento é a depuração do Espirito, nós criamos nosso sofrimento moral e fisico, pelo mau uso do livre árbitrio nessa reencarnação atual ou passada, o espirito humano é sempre punido pelos seus proprios erros, faltas, vicios, maus pensamentos, maldades etc. Deus o Criador incriado não pune, não castiga, não perdoa e nem salva, o Espirito humano é punido ou recompensado, conforme as suas OBRAS e pensamentos. Vamos colher o que plantamos, quem planta erros, faltas e maldades, vai colher no futuro problemas e dores, quem procura se elevar moralmente, plantando o bem e as virtudes, vai colher coisas boas e positivas em sua evolução. Quem bem faz para si o faz Quem mal faz para si o faz Colhemos o que plantamos, essa é a Lei de Causas e Efeitos, que no Oriente é chamada de Carma. Nós contruimos o nosso proprio Carma e destino, conforme, o uso do livre árbitrio. Algum Maçon poderia comentar essa coisas, o problema do sofrimento, do Destino e da Evolução dos Espiritos pelos mundos materias. Outro assunto importante seria explicar o que seja o quem seja Lucifer, esse ser cheio de luz e virtudes e inocente, que procura ajudar as pessoas, seria lucifer um Espirito altamente Puro e Superior dos planos espirituais elevados??? A Doutrina de Lucifer existe??? Como explicar Lucifer como um ser do Mal, uma Metafora para representar os espiritos obsessores ?? O termo Lucifer espanta muita gente, ou seria uma linguagem simbolica??? Por que a Maçonaria não usa uma Linguagem direta e simples em seus ensinamentos?? A Maçonaria é controlada pelos Judeus sionistas???

    • Hafiz Ben David says:

      A Maçonaria ensina por simbolismo, analogias, parábolas! Linguagem direta no Esoterismo é improvável! “Leite para as crianças, carne aos homens”, entendeu?

      • profeta de Jesus says:

        Oi caro, adorei o blog e gostaria que as pessoas fossem menos fanaticas pois acredito em cristo mas acho que todo mundo é livre para aceitar o que quiser. Desde que não use a força para impor a opinião.

  27. BOLODÓROS says:

    O assunto é muito vago para leigos como eu. Simplesmente não faria nada para ter acesso a este conhecimento, muito menos vender minha alma, já que isso significaria receber ordens e cumprir sem questionar nada.

    Tenho uma uma FILOSOFIA muito, mas muito melhor que o hermetismo. Ela iria acabar com a dúvida primordial ou quase todas elas, levaria a humanidade a felicidade plena, seria capaz de reorganizar o universo em que vivemos, acabaria definitivamente com Jesus, Jeová e todas as religiões, destruiria a força oculta dos conspiradores.

    EU ERGUERIA UM PARAÍSO NA TERRA EM NOME DE QUALQUER DEUS.

    SE EXISTE UM DEUS QUERENDO SER ADORADO EU POSSO FAZER O TRABALHO.

    ESTA FILOSOFIA SAGRADA SE CHAMA.

    MIL MEU COM MIL SEU COM MIL DE TODOS. QUANTO DA?

Leave a Reply to Rev.Breno Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>