Satanismo – O Início da Inquisição

Finalmente, vamos começar a falar um pouco sobre a Inquisição (nesse caso, sobre o começo) para podermos entrar, nos próximos Posts, nos detalhes da Inquisição.

Como já foi dito no Post Satanismo na Idade Média, a Inquisição tem início no combate a heresia Cátara, na França (e já vamos falar sobre isso). Para que não seja preciso repetir o que já foi dito sobre quem são os Cátaros, recomendo a leitura desse Post citado.

Mesmo começando no processo contra os Cátaros, o início oficial da Inquisição se dá com o Papa Gregório IX, com as bula ‘Ille humani generis” e a “Licet ad capiendos”. Ambas são referentes a Inquisição e contém declarações sobre esse processo, como:

Portanto vós.., estais autorizados.., a privar clérigos de seus benefícios para sempre, e agir contra eles e todos os outros, sem apelação, chamando a ajuda do braço secular, se necessário.

Essa declaração estava sendo dirigida aos Dominicanos, Ordem fundada por Domingos de Gusmão. O tribunal estabelecido pelo Papa também era composto por Irmãos Dominicanos.

Na verdade, a bula que instituiu a Inquisição é a “Excommunicams”, que determinava como os Inquisidores profissionais deveriar localizar e persuadir os hereges para que eles se retratassem. No entanto, as outras bulas costumam ser mais citadas porque nessas determinações, da “Excommunicams”, não tinha nada que pudesse ser entendido como “cruel”ou como tentativa de reprimir a crença alheia através da “força”.

A ideia era preservar a disciplina eclesiástica, tentando acabar com o sincretismo das Religiões. Só que, como já sabemos, essa ideia não permaneceu tão simples assim.

Em contrapartida, um pouco antes da ‘“Licet ad capiendos”, Gregório IX havia lançado a bula “Etsi Judaeorum” em que ele determinava que os judeus, nos países cristãos, fossem tratados com a mesma humanidade com que os cristãos desejavam ser tratados em “terras pagãs”.

É uma bula que merece elogios (diferente das demais já citadas). O curioso é que alguns anos depois, apesar de ter “julgado” em favor dos judeus, isso não o impediu de – também com outra bula – inspecionar e confiscar os livros do Talmud Judaico, pelos prelados de França e Espanha.

Enfim, o importante é que em 1234 a Inquisição já estava oficialmente ativa, tendo dois Inquisidores oficiais, nomeados para atuar em Toulouse.

O Combate Intelectual

Voltando a época dos Cátaros, já sabemos que as práticas inquisitórias surgiram justamente na Cruzada empreendida contra os Cátaros. Em 1209 (por exemplo), Simon de Montfort (juntamente com seu exército) já havia queimado muitos cátaros nas terras da França, no início da Cruzada Albigense.

Quanto ao que aconteceu, não há muito o que questionar, mas existem algumas teorias com relação a participação de algumas pessoas nesse processo.

Há divergências entre alguns historiadores com relação ao papel de Domingos de Gusmão para o surgimento da Inquisição, principalmente com relação a ele estar a favor ou não de que essa crença fosse eliminada a força.

Portanto, vamos falar primeiro de como Domingos teve contato com esse movimento, na França. Depois, passaremos para as especulações.

Pouco menos de dois anos antes da Cruzada Cátara ter início, o Bispo de Osma passava pelo sul da França, juntamente com o subprior dos monges da catedral de Osma, Domingos de Gusmão. Lá ele passava a conhecer um enorme grupo de heréticos que tinha muita força na região e que não poderia ser ignorado pela Igreja.

Domingos de Gusmão havia estudado por mais de 10 anos na Universidade de Palência e era conhecido pela sua retórica e grande capacidade nos debates. Antes dessa viagem com o bispo de Osma, Domingos já havia feito seu primeiro contato com os Cátaros há poucos anos, em sua primeira viagem à frança. Viagem essa que, ao que parece, lhe causou certa indignação.

Os Cátaros se diferenciavam por terem pregadores itinerantes, que eram muito respeitados pelo seu discernimento, conhecimento teológico e articulação dos argumentos, bem diferente dos Padres locais, que eram muito ignorantes e mal educados, totalmente incapazes de ter um debate teológico profundo.

Além do mais, a alta hierarquia dos eclesiásticos era conhecida por seu luxo e extravagância, que também era muito diferente dos Cátaros, que eram pessoas muito pobres e simples.

Diante disso, Domingos decidiu combater os Cátaros dentro de seu próprio jogo. Para fazer frente aos pregadores itinerantes dos Cátaros, ele estabeleceu sua rede de monges itinerantes que foram educados e preparados adequadamente para os debates religiosos e eruditos. Além disso, eles também levavam uma vida muito simples (como realmente deveriam se comportar os membros do clero).

Domingos foi o primeiro a usar a cultura como ferramenta de crescimento para a Igreja.

As Especulações

Devido a esse “envolvimento” com relação aos Cátaros, muitas especulações surgiram acerca de Domingos de Gusmão. Uma delas é um discurso, atribuído a ele, no qual incentivaria o uso da força quando as palavras não funcionassem.

Por muitos anos já, tenho-vos entoado palavras de doçura, pregando, implorando, chorando. Mas como diz a gente de minha terra, onde a bênção não adianta, a vara prevalecerá. Agora convocaremos contra vós chefes e prelados que, ai de mim, se reunirão contra esta terra… e farão com que muita gente pereça pela espada, arruinarão vossas torres, derrubarão e destruirão vossas muralhas, e vos reduzirão a todos à servidão.., a força da vara prevalecerá onde a doçura e as bênçãos não conseguirão realizar nada.

Há também uma especulação quanto a forma com que Domingos cuidava de sua imagem.

Sabendo que sua imagem de asceta era importante, conta-se que ele tinha o hábito de, ao se aproximar de uma hospedaria noturna que ele fosse passar a noite, ele parava em um rio para beber à vontade, para que assim pudesse não beber quase nada depois (na frente das pessoas) e manter a sua imagem de dureza, severidade e temperança.

Mas, como já foi dito, esses pontos se tratam apenas de especulação. Só as coloquei porquê (como muitos já perceberam, no decorrer do blog) eu defendo a importância de se estudar as várias teorias diferentes de um mesmo elemento.

A nível de curiosidade, Domingos só começou a ser visto como Inquisidor a partir da afirmação de Bernardo Gui (XIV), um famoso inquisidor dominicano, que tentou colocar o fundador de sua ordem (Domingos) como sendo um grande inquisidor. Para quem não conhece, Bernard Gui chega a aparecer na Obra de Umberto Eco, “O Nome da Rosa”. Para quem não viu o filme, recomendo.

Por fim, independente de qualquer uma dessas coisas, Domingos foi um grande homem – de muita importância para a Igreja – que, ao meu ver, não tem o reconhecimento que deveria pelos católicos do nosso País. A grande maioria (para não dizer todos) sabe quem foi Agostinho, São Tomás de Aquino, São Francisco de Assis e vários outros, mas nunca ouviram falar de São Domingos de Gusmão.

O próximo Post da categoria (“A Inquisição foi mesmo tão Cruel?”) deveria ser parte desse Post, mas como está muito grande (e esse também já está), terá que ficar para o próximo mesmo.

 

Veja Também

Satanismo – O Início da Inquisição
Satanismo – A Inquisição Foi Tão Cruel Quanto Se Imagina?
Satanismo – A Inquisição Espanhola
Satanismo – Jesuítas e a Inquisição
Satanismo – O Perigo dos Preceitos Religiosos
Satanismo – Os Franciscanos e a Inquisição
Satanismo – O Verdadeiro Impacto da Inquisição
This entry was posted in Satanismo. Bookmark the permalink.

20 Responses to Satanismo – O Início da Inquisição

  1. Diego Ignácio says:

    Infelizmente, o autor tem razão quando diz que São Domignos é esquecido por muita gente.

  2. Thiago" says:

    As ‘especulações’ são sempre a melhor parte do post. Muito bom Tio!

  3. lupus says:

    A igreja catòlica a muitos sèculos entra em contradição com o ensinamento biblico, pois a biblia ensina que não è pela força e nem por violencia (apesar de a biblia cair em contradição varias vezes). Devemos entender que havia motivaçoes politicas e atè financeira por traz disso…

  4. Bardo says:

    Olá amigo, recentemente ouvi um podcast (escribacafé.com) que aborda esse tema (maçonaria) e ao ouvir, me despertou grande interesse. Logo que estou aqui e vejo que você tem grande conhecimento sobre o assunto. Gostaria apenas que se possível, você ouvisse o podcast e desse sua opinião sobre ele, pois o podcast me agrada muito e me traria grande conforto saber que meu primeiro contato com o conhecimento básico sobre os maçons foi correto. Desde já, muito obrigado por ler.
    Link para o Podcast: http://www.escribacafe.com/podcast-lxxi-a-franco-maconaria/

    • Gabriel P. says:

      Ouvi o podcast e gostei muito! Obviamente, os únicos que podem corroborar ele são os próprios maçons, porem de tudo que já li e vi, o locutor deu uma visão bem realista e como ele mesmo disse, sem entrar em teorias de conspiração e etc. A Maçonaria é muito interessante por algumas questões, pois nós nos aproximamos dela através desses mitos de “controle mundial” que explode na internet. Depois você vai se aprofundando e quando chega no máximo que um profano pode chegar, fica encantado com toda historia, tradição e misticismo. E ai meu amigo, quando você compra o seu primeiro livro ocultista, você não para mais de estudar.

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Irei ouvir o Podcast. Fiquei curioso…

  5. Gabriel P. says:

    Olá Admin!

    Fico aqui imaginando o legado de conhecimento que perdemos com o genocídio contra os Cátaros. Eles tinham a objetivos bem claros como dar prioridade para o conhecimento em detrimento da fortuna. Eles buscavam também algo mais próximo que Jesus realmente ensinou. Enfim, uma perda irreparável…

    Abraços!!!

  6. Paulo Ricardo says:

    Como sempre, venho parabenizar pelo texto esclarecedor do Irmão.

  7. Rev.Breno says:

    Eu tenho um texto semi pronto sobre a inquisição que usualmente coloco em replys por aí. Gratificantemente penso que não precisarei colocá-lo aqui.
    Otima introdução

    Parabens!

  8. deborah says:

    admin, adoro seus posts. não sou satanista nem maçom ,mas uma wiccan bem curiosa, e seus posts me ajudam com certeza…parabéns administrador

  9. Jorge Pontes says:

    Por que é tão difícil encontrar material ocultista de verdade sobre a maçonaria? Não há Tarô, Astrologia e Alquimia dentro de vossos Templos?

    • Maçonaria e Satanismo (admin) says:

      Caríssimo,

      Há um bom material ocultista (mesmo em Língua Portuguesa) sobre a Ordem. O que acontece é que ela se trata de interpretações dos Símbolos, da Ritualística e da Filosofia da Ordem, que não necessariamente refletem a visão de todos os membros.

  10. Jarbas says:

    A Igreja Católica teve grandes homens., se ela pecou em algum momento foi devido a uma época de pessoas e pensamentos atrasados e que não foi exclusividade da Igreja. Como o próprio administrador desse blog colocou em um outro texto a igreja ajudou a unir e dar identidade a uma europa desunida e sem rumo no começo da idade média.

  11. Roberta says:

    Iniciou muito bem o tema, parabéns.

  12. gabriel says:

    é tão bom ver um lugar em que as pessoas possam falar sobre um assunto muito criticado com tanta naturalidade. eu era daqueles que tinha um certo preconceito com satanismo e maçonaria, mas meu professor pediu para eu fazer um trabalho sobre a religião que eu mais tivesse preconceito, fiz sobre o satanismo. eu nunca estive tão enganado em toda a minha vida, o satanismo não é nada do que eu pensava e eu nunca mais vou julgar as coisas sem conhece-las.não virei satanista por causa disso mas foi ótimo entender o que eu pensava ser meus inimigos e acabar logo com o preconceito. se informem antes de julgar alguem

  13. BOLODÓROS says:

    Catarros ou catáros, domingo ou dominguinhos que se dane. estou a estas horas com insonia porque olhei pro céu mandei alguns caras se Fu… la em cima e disse que eles nao tem direito de acusar os humanos de nada. QUEM SAO ELES PARA NOS JULGAR. Agora não consigo mais dormir a noite. É quem mandou eu mexer com eles? É a mesma coisa aqui, os temas parecem fazer parte de uma lista de coisas que o iniciado é aconselhado a ler pra não falar olha aqui cara vc vai ter que ler tudo isso aqui entendeu.

    Bem, me parece fazer parte de um tipo de quebra cabeças pra um fim único. Te dar certeza que tudo que tem o nome de cristo deu errado, e porque daria agora?

    Bem primeiramente não concordo com o cristo da bíblia porque quer nos jogar no inferno pra sempre. No inferno eu poderia ressitar poemas, poderia ficar la falando de virtude, poderia chorar de arrependimento. Mas pelo jeito, eles irão jogar nossa alma em um tipo de ser aquatico que não tem muito raciocinio igual o primeiro adão imbecilzado como castigo.

    Tenho uma frase comigo. Se um homem pode se transformar em um monstro. Um monstro pode se transformar em um homem.

    Até mesmo um anjo caído pode em um piscar de olhos alcançar a iluminação budica.

    Passei pela experiencia de ser um buda por algum tempo e foi num piscar de olhos. De uma hora pra outra eu disse, eu sou buda. Ou eu não vou comer e passei tres dias sem agua e comida. Não sei tem gente que consegue aos poucos eu acredito, mas é verdade a iluminação é algo estranho. Conheci um padre exorcista que não expulsava demonios. ele falava com eles, perguntava se tinham sede, seus sofrimentos e por semanas convencia os demonio a ir embora. Eu vi isso, conheci a igreja, e era padre mesmo.

  14. BOLODÓROS says:

    ah esse padre tirou um espirito desencarnado de um cara que começou a se vestir de mulher do nada e assumir outra personalidade, esse cara era conhecido da minha familia, inclusive minha tia foi possuida por um espirito na igreja dele. Minha tia não gosta de falar sobre o assunto. E o que isso tem a ver com o tema? TUDO MANO. Poderes e potencias contrarias, seguir a fé ou ser enganado, e diante de quê? fatos. As forças ocultas existem e no momento acho melhor ficar bem longe delas. por isto estou aqui, vendo de longe ahahahahhahahah o trabalho dos pseudo anonimos dizedores de verdades as quais eu não ponho a minha mao no fogo. Se admin é ou não é. Se deixou de ser. É claro se é satanista mesmo, se é masson quem é que sabe?

    Isso aqui não é potencia, isso aqui não é templlo, isso aqui não é escola filosófica, aqui só tem fontes históricas e interpretadas.

    Espero não atrapalhar o trabalho do colega. acredito até que ninguém vai ler o que escrevi aqui. na verdade estou fazendo algo instintivo. NÃO TEM EXPLICAÇÃO, O FATO DE EU ESTAR AQUI. OU SEJA, DEIXAR MINHAS MEMÓRIAS.

  15. BOLODÓROS says:

    Bem finalizando o espirito fazia o cara beber agua descomunalmente, o padre perguntou ao espirito como ele havia morrido e o espirito alegava que de sede. Então o padre dava agua benta pra o cara beber e doutrinava o espirito. Essa foia maneira pela qual o fez ir embora e o cara recobrou sua personalidade esquecida.

    Como já disse acho que a massonaria já te membros o suficiente para provar ao mundo que podem construir o mundo que almejam. Para provar pra igreja que são muitissamente evoluídos. Se eu fosse o masson supremo, compraria um sitio e construiria uma cidade só para massons. com banco, mercado padaria e tudo mais. Alias a igreja não viu ainda nem ninguém os resultados da maçonaria para a construção de um mundo melhor. Veja bem meu raciocinio. Quase ninguem quer ser maçon. os massons não aceitam quase ninguém. como irão entao provar que são o que dizem ser.? E sem perder o titulo e a fama das quais querem provar! só há uma maneira, escola para massons, empresa só para massons, bairro só para massons. Se um dia conseguirem eu sou o primeiro a dizer. Olha temos que copiar os caras.

  16. Anonymous says:

    Legal muito bom o post e o blog. Problema

Leave a Reply to BOLODÓROS Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>